Duda Henklein, de 7 anos, desce a mão na bateria e deixa todo mundo de boca aberta

Duda Henklein, de 7 anos, desce a mão na bateria e deixa todo mundo de boca aberta

20 de março de 2017 0 Por João Pedro Ramos

Nas últimas semanas as redes sociais pipocaram diversos vídeos que deixaram qualquer fã de música de boca aberta: uma menina de apenas 7 anos tocando “Toxicity” do System of a Down no Programa Raul Gil e no programa americano Little Big Shots, com “Wipe Out”. Eduarda Henklein toca bateria com a competência de uma profissional e ao mesmo tempo parece que está brincando, pois se diverte como ninguém. Quer uma prova? Basta ver os gritos de “wooo yeeeeeeeah” durante sua apresentação do clássico da surf music nos Estados Unidos. Até de olhos vendados ela já tocou, no Faustão, no popular quadro “Se Vira Nos 30”, fazendo um solo complexo e estruturado que deixa muito batera por aí no chinelo.

Conversei um pouco com sua mãe Mel Plens, que contou sobre como surgiu o interesse pela percussão e dá a dica de que em breve pode surgir uma banda mirim por aí!

– Como a Duda começou a tocar? O que a fez se interessar pela bateria?

A Eduarda começou a tocar bateria em fevereiro de 2014, nós demos uma bateria a ela quando ela ainda tinha 2 aninhos, porém só aos 4 anos e meio ela resolveu pegar e daí sim disse ‘vou tocar bateria’. Ficamos surpresos e então o pai dizia ‘faça assim’ e ela repetia cada movimento. E assim foi, ficamos abismados com a desenvoltura precoce. Sendo assim, pesquisamos por qual música seria mais fácil para iniciantes e então surgiu o AC/DC, daí o rock. Bom, ela destruiu as peles da bateria de brinquedo e compramos uma bateria de jazz, que é um pouco menor. Tentamos matricular ela em uma escola para aprender corretamente, mas nenhuma escola aceitava pois ela só tinha 4 anos. Enviamos um vídeo e imediatamente ela foi aceita em um escola de bateria. Depois disso, em maio, ela já estava se apresentando como convidada no Programa Mais Você da Ana Maria Braga na Rede Globo e depois não parou mais, e esta aí, como todos podem ver, conquistando o mundo.

– E de onde surgiu o gosto pelo rock?

Quando o pai pesquisou qual música era mais fácil para iniciantes surgiu o AC/DC, depois disso a maioria das musicas do repertório dela são rock.

– Ela faz shows solo ou acompanhada de uma banda?

Solo e com banda também, mas faz mais solo.

– Quais músicas estão sempre no repertório da Duda?

Isso varia, pois quando ela é convidado para programas nacionais, eles mandam a musica e ela aprende para estar acompanhando o artista. Porém, ela tem uma playlist de mais de 30 musicas que ela costuma tocar em suas apresentações. Entre elas tem AC/DC, com “Back In Black” e “Highway To Hell”Deep Purple com “Black Night”Guns’N’Roses com “Sweet Child O’ Mine”, “You Could Be Mine” e “Welcome To The Jungle”Metallica com “Enter Sandman” e “Master Of Puppets”Pearl Jam com “Last Kiss”Pink Floyd com “Hey You”Rush com “Tom Sawyer”Survivor com “Eye Of The Tiger”Beatles com “Don’t Let Me Down”“Help”“Jump” do Van Halen, “Toxicity” e “Chop Suey” do System of a Down e “Black Dog”, do Led Zeppelin, entre outras.

– Ela já têm mostrado interesse em fazer algum trabalho autoral, formar uma banda?

Sim, formamos uma banda de crianças no final de 2016, fizeram algumas apresentações, porém como não eram da mesma cidade, preferimos parar e esperar um pouco.

– Como foram essas aparições no exterior?

Foram convites, todos os programas, de Los Angeles, Bogotá, México, Milão, Alemanha…

– Como foi a recepção no exterior?

Muito boa! Na Colômbia os fãs a reconheceram no aeroporto e nas ruas de Bogotá. Na Alemanha tinha fãs esperando ela na chegada do aeroporto com presentes e no hotel, fãs foram conhecê-la pessoalmente e levar presentes…

– Ela tem alguma banda preferida?

Varia muito, pois ela é criança e de acordo com o que ela esta tocando no momento é o que ela diz gostar, mas gosta muito do Metallica e do Kiss.

– Interessante você citar o Kiss. Mesmo sendo uma banda antiga, ela ainda atrai as crianças, talvez pelas maquiagens e tal. Ela já se maquiou de Kiss?

Verdade! Pois é, ainda não, mas tem um projeto de um vídeo dela maquiada e com uma roupa parecida.

Duda Henklein

– Por falar nisso, ela mesma que escolhe as roupas? O figurino dela de vestido de princesa e botas de cowboy detonando na bateria é incrível!

Eu que escolho o figurino dela para todas as apresentações… As botas são estilo rock e não cowboy! (risos)

– Quais são os próximos planos da Duda musicalmente?

Ela continua estudando bateria, inglês e teatro. Temos convite para mais um país mas não posso revelar ainda. Em breve! Continuaremos a fazer programas nacionais e estamos aguardando contato de um empresário que queira realmente trabalhar com a nossa filha Eduarda.