Alma Negrot e Aisha Mbikila subvertem gênero e desejo no clipe de “Got Me Buzzin'”

Alma Negrot e Aisha Mbikila subvertem gênero e desejo no clipe de “Got Me Buzzin'”

19 de junho de 2020 0 Por Luiza Padilha

MY PUSSY LOVES YOU, diz o refrão da versão em inglês do hit funkeiro “Deu Onda”, parceria entre os portoalegrenses Fu_k The Zeitgeist e Mariana Bandarra. No vídeo da canção, lançado no YouTube em 19 de junho, a multiartista drag Alma Negrot seduz e se deixa seduzir em uma performance inspirada. Contracenando com Aisha Mbikila, modelo e atriz que personifica o conceito de “Black Girl Magic” (magia da garota negra), Alma desconstrói até mesmo a inversão de gênero que a letra da canção propõe, protagonizando uma verdadeira ode ao prazer feminino.

“O clipe atravessa esses lugares onde gênero e desejo aparecem de forma reconfigurada.”

Alma Negrot

Cover quase irreconhecível do funk de MC G15, que dominou o Brasil de 2017 com o refrão “meu pau te ama” (adaptado para as FM como “o pai te ama”), Got Me Buzzin’ desafia a caretice da heteronormatividade e brinca com papéis de gênero. O clipe, lançado durante a pandemia em meio a protestos antirracistas, celebra a liberdade de expressão da sexualidade e dos corpos, transbordando com uma feminilidade queer e feroz, que ao mesmo tempo emula e transgride a imagem das divas pop que nos habituamos a fetichizar e consumir. 

Com direção de Carlos Salles e edição de Pedro Perurena, o clipe se apropria do discurso de amor predatório que marca boa parte das canções de amor de sucesso no Brasil de 2020 e devolve esse discurso ao olhar do espectador, através de uma experiência visual extravagante, sensual e levemente perturbadora. Destaque para as guitarras exuberantes de Carlos Ferreira, do trio instrumental Quarto Sensorial

Assista ao clipe de Got Me Buzzin‘: