5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Zé Menezes, baterista do Thrills and the Chase

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Zé Menezes, baterista do Thrills and the Chase

22 de julho de 2016 0 Por João Pedro Ramos

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, o convidado é Zé Menezes, baterista do Thrills and the Chase e do projeto Hipopótamo, que lançará um EP em breve.

Luther Allison“Bad News Is Coming” (nome do álbum mas pode ser o som homônimo)

“Há algum tempo queria conhecer mais artistas de blues, eu tinha gostado de tudo o que tinha ouvindo até então. Aproveitei a leitura da biografia do Keith Richards para pesquisar alguns nomes que ele cita no livro. Ele não chegou a falar de Luther Allison, o nome dele surgiu nos vídeos relacionados do YouTube de artistas que Keith mencionou. Diferente da maioria pesquisada, nunca tinha ouvido falar e foi um dos que mais virei fã. Além das músicas autorais, “Bad News Is Coming” tem releituras de nomes como Robert Johnson, B.B. King e Freddy King“.

https://www.youtube.com/watch?v=ACt5WJCHghs

Blues Pills“Lady In Gold”

“Falo de Blues Pills desde o primeiro dia que ouvi. Na minha humilde opinião é a melhor banda dos últimos anos. Não tem nada de novo, é uma banda setentista com ótimas músicas, porém, nascida em 2011. Sempre achei que um piano entraria perfeitamente na banda, e meu desejo foi atendido no novo single, “Lady in Gold”. Fiquei bem curioso para ouvir as outras músicas do segundo álbum que ainda será lançado. A banda toda é incrível mas Elin Larson é a verdadeira diva do rock hoje. Ah, o solo de “No Hope Left Of Me” é o melhor dos últimos anos também”.

Danger City“Everything is a Menace in Danger City” (álbum)

“Quando ouvi o Danger City pela primeira vez, não sabia que era um novo projeto do amigo Pedro Gesualdi (Ex-Japanes Bondage). Achei demais, fui pesquisar sobre a banda e lá estava. Então, essa não é a indicação da banda do amigo, mas da banda independente que mais curti no último ano. Recomendo o álbum inteiro”.

Marc Ford“Holy Ghost”

“Não é novidade, “Holy Ghost” foi lançado em 2014, mas esse disco tem que ser ouvido. Marc Ford foi guitarrista dos Black Crowes e tem uma carreira solo proporcionalmente foda, com muita coisa que compete a um bom guitarrista – compositor e cantor também: Tem rock, tem blues, tem groove e, no caso do “Holy Ghost”, folk. Um disco lindo, com tudo na medida certa. Pra virar trilha sonora da vida”.

Delmore Brothers“Blues Stay Away From Me”

“Do mesmo jeito que conheci Luther Allison, mas dessa vez pesquisando artistas do country. Como muitos deles, os Delmore Brothers vieram da música gospel. Os irmãos estão entre os mais importantes nomes da história do country. Não tem como não gostar disso, sério”.