Uma lista de trilhas sonoras pro Dia das Crianças (que já foi, mas tudo bem…)

Faz um tempo que tô numa brisa bem legal de reassistir umas animações infantis da virada do século. Aproveitando a semana do dia das crianças (a seguinte, na real, né…), resolvi usar este espaço sobre soundtracks pra falar dessas animações (meus xodós), uma vez que nelas a música é um elemento central e que intensifica bastante aqueles feelings bem toscos, mas bem reais que marcam filmes como “Spirit, O Corcel Indomável” e “Shrek”. Óbvio que não vai dar pra falar de todos, mas selecionei alguns que acho mais legais e é isso. Bora lá!

1- A Goofy Movie (Pateta, O Filme) – 1995

Direção: Kevin Lima

Roteiro: Jymn Magon

O filme que mostra a relação entro o famoso Pateta e seu filho adolescente Max, é basicamente um musical. O filho sendo fã do cantor Power Line, um astro do “rock”, tenta imitar o artista numa apresentação que faz interrompendo a fala do diretor no último dia de aula antes das férias de inverno e meio que se fode por isso. O pai, entendendo tudo errado, achando que o Max viraria um “delinquente” bota o aborrecente no carro e os dois vão viajar prum lago, onde o Pateta pescava quando criança. Os conflitos geracionais vão se dando de modo meio tosco, mas bastante bonito, emocionante e cômico, recheado de sons que fazem do filme o filme foda que o filme é.

2- Spirit: Stallion of The Cimarron (Spirit: O Corcel Indomável) – 2002

Direção: Kelly Asbury e Lorna Kook

Roteiro: Jonh Fusco e Michael Lucker

Com a música já não tão importante quanto no outro, o “filme do cavlinho” é absurdamente emcionante e aí sim, isso é MUITO por causa das músicas. Trabalhando sempre em cima da contradição entre o “selvagem e o civilizado”, a animação explora a rebeldia dum cavalo nas pradarias do oeste americano que não se rende às rédeas do exército. A trilha composta por Hans Zimmer e Bryan Adams, traz bastante dessa rebeldia num som bem pop rock, com músicas como “Get Off of My Back” e “You Can’t Take Me”, que trazem bastante duma raiva roqueira meio wild e bem massa.

3- Shrek (Shrek) – 2001

Direção: Andrew Adamson e Vicky Jenson

Roteiro: Ted Elliot, Terry Rossio, Joe Stillman e Roger S.H. Shulman

  

Todos são fantásticos, mas pelo menos pra falar da trilha, o primeiro é com certeza o mais foda. Com Leonard Cohen, The Monkeys, Smash Mouth (por sinal, no filme, todas as músicas são interpretações deles), Shrek arrasa com a subversão do clichê do conto de fadas. O protagonista,  um ogro meio puto com tudo e todos, vai atrás duma princesa trancada numa torre com dragão e tudo, em troca do rei deixar seu pântano em paz. Óbvio que dá ruim e o ogro se apaixona (todo mundo já viu esse né? tipo, não preciso me preocupar com spoillers, certo?). Muito fofo, com músicas incríveis e simplesmente genial, esse acho que entra pro meu top 10 de filmes…

E só pra terminar, deixo vocês com um hino:

Valeu!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *