“The Reflektor Tapes”: um documentário de aquecimento para o show do Arcade Fire.

“The Reflektor Tapes”: um documentário de aquecimento para o show do Arcade Fire.

6 de dezembro de 2017 0 Por Rodrigo Reis e Bárbara Ribeiro

Direção: Kahlil Joseph
Ano: 2015
Duração: 1h15min

O sonho: Elvis está dando de tudo no palco e os fãs simplesmente querem mais e mais. O desafio: Fazer algo melhor que “Suburbs”. Mas não é com esse documentário que pouco fala da história da banda ou menos sobre o que o título sugere que fosse fazer: revelar os bastidores do processo de criação do álbum “Reflektor”, que vamos saber. Sabe aquela máxima do fã: “foi feito pros fãs”. Essa parece ser a premissa aqui, mas não somente. A ideia parece mostrar para quem não conhece ou quem já é fã, o que é na verdade um show do Arcade Fire. Não é à toa que os canadenses são conhecidos pelas performances. As fantasias, o lúdico circense, os mil e um instrumentos combinado com o vigor físico de Win Butler e Régine Chassagne, no palco se justificam. A banda se encontra ao vivo. Talvez por isso, se alguém nunca foi a uma apresentação do Arcade Fire e não conhece o trabalho deles, eis esse “The Reflektor Tapes” para aquecer olhos e ouvidos antes do vindouro e aguardado show aqui no Brasil.

A decisão de Kahlil Joseph em filmar planos em preto em preto em branco, a narração em off, os closes mostrando a multidão em transe pelas ruas ao redor das apresentações como num sonho, pode soar blasé para alguns ou evidenciar que se trata de apenas um fã do grupo filmando. Deu pra fazer um álbum melhor? Com canja David Bowie nos vocais e ritmo haitiano, “Reflektor” é um filho ousado com certeza. Mas se esse era objetivo aqui, o alvo acertado foi outro. Quem não é fã, talvez se convença a ir numa das performances. Pra quem já é, só basta aguardar mais um pouco mais.