5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo pelo cantor e compositor Berg Menezes

Read More
Berg Menezes
Berg Menezes

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje o convidado é o cantor e compositor Berg Menezes.

Mutemath“Typical”
“Kra, o som dos kras é pop, contemporâneo mas sem perder o lado indie e eu sou completamente apaixonado pela forma como a bateria tem destaque nessa banda… sensa!”

Fusile“Bad Blood”
“A Fusile garimpei faz tempo: Banda brasileira, soando gringa-latina, pesada, vibrante, levanta-bundas!”

Violins“OK OK”
“A banda brasileira que mais acho foda! Já estiveram em lista da Rolling Stone e essa canção é um hino pós 2000 pra mim”.

André Abujamra“Elevador”

“Esse cara é um gênio das trilhas nacionais de cinema, puta compositor e essa é uma daquelas canções que eu queria ter escrito. Muita gente conhece mas quem não conhece precisa… Urgente!”

Capotes Pretos na Terra Marfim“O Que Você Espera?”

“O que dizer quando você vê o trabalho dos seus brothers e simplesmente chora? Made in Ceará”.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Aline Cortez, do BDG – Descubra Sua Música

Read More
Aline Cortez
foto por Geraldo Magela

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, a convidada é Aline Cortez, do BDG – Descubra Sua Música“Eita tarefa difícil! Vou selecionar músicas que penso que representam bem o que eu gostaria de tornar mais conhecido ao grande público. Primeiro o rock independente nacional atual, o rock progressivo nacional dos anos 70 e um pouco do underground e mainstream dos nossos hermanos. Tem muita coisa boa aqui abaixo do Equador!” 

Picanha de Chernobill“Sol do Novo Mundo”
“A Picanha de Chernobill é uma banda gaúcha radicada em São Paulo há 5 anos. Quase todos os domingos estão embelezando o dia de quem passeia pela Paulista aberta e acabaram de ter a oportunidade muito merecida de se apresentarem no último Rock in Rio. O som da banda mistura blues rock, folk e música brasileira de raíz. Deixo aqui a faixa ‘Sol do Novo Mundo’, do disco ‘O Velho e o Bar’, segundo da banda, graciosamente executada com viola caipira.  Dica de programação pro domingo: Paulista aberta para curtir essa sonzera ao vivo. Tem todos os discos completos no BDG“.

Stolen Byrds“In My Head”
Conheci a Stolen Byrds (banda de Maringá, Paraná) quando os vi tocando no Breve no primeiro semestre desse ano. Pirei. Rock’n’roll de inspiração setentista, com elementos de stoner, blues, psicodelia. Sei que a palavra viceral já está batida, mas é ela que para mim descreve bem o som da banda. Original, viceral e intenso. Ao vivo então… Das melhores bandas que ouvi e vi nos últimos tempos. Linda, nacional e independente. “In My Head” é do disco “2019”, segundo da banda, lançado esse ano. Tem os discos completos no BDG também“.

Veludo“Veludeando”
“Os anos 70 no Brasil estão cheios de tesouros que não sei se sempre foram ocultos ou se foram esquecidos. Estou num processo de descoberta dessas jóias, e uma das que me chamou atenção e que penso que vale compartilhar é a banda Veludo. Progressivo setentoso tupiniquim cheio de encantos para os que apreciam teclas frenéticas como eu. ‘Veludeando’ é de uma gravação ao vivo de 1975. Não tem uma qualidade de áudio incrível, mas é um registro histórico valioso pra quem gosta do gênero”.

Elefante Guerrero Psíquico Ancestral“Entre Dos Mundos”
“Sou uma apaixonada pela América Latina, especialmente pela Argentina, e sou uma advogada da integração cultural e musical com nossos hermanos, o que me leva a essa banda do underground portenho.
A cena stoner argentina é bem rica, e Elefante Guerrero Psíquico Ancestral (com toda essa complicação de nome), do meu ponto de vista, é uma ótima representante do gênero. Vi os caras tocando com casa lotada em Buenos Aires e foi incrível. Espero que essa música desperte a curiosidade da galera não só para essa banda, mas para outros artistas de lá. ‘Entre Dos Mundos’ é do disco “El Camino del Guerrero”, de 2015″.

Cuarteto de Nos“Breve Descripción de Mi Persona”
“Sem sair da América Latina, vou dessa vez ao Uruguai, com o Cuarteto de Nos. A banda é a exceção mainstream dessa lista, porém ela só é conhecida de fato entre nossos vizinhos hispanófonos. Recentemente o Vespas Mandarinas fez uma versão de uma música deles (‘Ya No Sé Qué Hacer Conmigo’), mas de modo geral, o Brasil me parece que continua bastante alheio ao que é produzido aqui nos arredores. Os últimos cinco discos dessa banda são pérolas por completo, e considero o Roberto Musso, o vocalista, um dos melhores letristas que já vi.
‘Breve Descripción de Mi Persona’ é do disco ‘Bipolar’ de 2009″.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Gilbert Spaceh, do Early Morning Sky

Read More
Gilbert Spaceh
Gilbert Spaceh

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje o convidado é Gilbert Spaceh, fotógrafo e membro do Early Morning Sky e do Days Of Dahmer.

Beat Happening“Hot Chocolate Boy”
‘Hot Chocolate Boy’ é o grande hit do Beat Happening e do terceiro álbum de estúdio ‘Dreamy’, que foi lançado em 1991 pela K Records, gravadora de Olympia (EUA) liderada pelo próprio vocalista do Beat Happening Calvin Johnson. Conheci Beat Happening e Hot Chocolate Boy entre 93 e 91, sempre foi pra mim a maior referencia de todos os tempos”.

Sonic Youth“Silver Rocket”
‘Silver Rocket’ é uma das minhas músicas preferidas do Sonic Youth (tarefa muito difícil escolher uma). ‘Daydream Nation’ é o quinto álbum do Sonic Youth e Silver Rocket foi o segundo single deste grande clássico”.

Soundhead“Loop”
‘Heaven’s End’, álbum debut desta banda formada no sul de Londres fundada em 1986. Robert Hampson e sua esposa, Bex, fizeram lenda com o seu som psicodélico e barulhento se tornando uma grande referencia ao estilo shoegaze. Sou bastante influenciado pelas guitarras do ‘Loop’ e por Soundhead”.

Spaceman 3 – “Losing Touch with My Mind”
“Som hipnótico desta grande banda Inglesa. Que serve de referencia para a maioria das bandas shoegaze. ‘Losing Touch With My Mind’ é a musica que abre o album de estreia ‘Sound of Confusion’ do Spaceman 3“.

My Bloody Valentine“Cupid Come”
“Considero como um grande clássico do My Bloody Valentine e uma das minhas musicas preferidas. Sendo a maior referencia do grande álbum ‘Isn’t Anything’, tem uma linda melodia e guitarras com bastante reverb e bem barulhentas. MBV, grande banda Irlandesa”.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Adailton Moura, do RAPresentando

Read More
Adailton Moura, do RAPresentando
Adailton Moura, do RAPresentando

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje o convidado é Adailton Moura, do RAPresentando:

Princess Nokia“Tomboy”
“A MC Princess Nokia já tem três discos caseiros no currículo. Mas somente agora está conseguindo se destacar. Sempre presente nas festas undergrounds de Nova York, ela chamou a atenção da Rough Trade Records. Agora, com o aporte do selo, Nokia tem conquistado seu espaço. Em suas letras, a rapper fala do machismo que impera no rap, a cultura do estupro e do tratamento dispare entre homens e mulheres”.

Leaf“Gone”
Leaf faz uma ponte entre o rap e o r&b. A voz dela é potente. Formada na LaGuardia, famosa escola de artes de NY, a cantora colocou recentemente nas ruas o disco ‘Trinity’. A sonoridade é incrível. Uma obra de arte”.

Paulo Microfonia“Mudanças, Novidades, Surpresas: Possibilidades”
“O Paulo Microfonia está debutando com o EP “Mudanças, Novidades, Surpresas: Possibilidades”. O trabalho levou cerca de quase quatro anos para ficar pronto. É viciante. Ele está na música há um bom tempo e participa ativamente do cenário independente da região de Campinas, SP. O Microfonia é um poeta. Ele sabe usar muito bem as palavras”.

Madame Gandhi – “Get It Girl”
“A Madame Gandhi é uma DJ e produtora de EDM baseada em LA. Gandhi também foi baterista da cantora M.I.A. Ativista das causas femininas, ela soltou o EP “Voices”. O objetivo dela é dar voz e enaltecer todo o poder feminino”.

Wiki“Pretty Bull”
Wiki tem 23 anos. Ele quebra padrões e alguns esteriótipos do rap, mas entrega um trabalho sólido, reflexivo. “No Mountains in Manhattan” é seu álbum de estreia. Nele, Wiki fala sobre seus vícios, relacionamentos, identidade e responsabilidade. O primeiro projeto dele, a mixtape “Lil Me”, foi apresentado em 2015. Sua energia conquistou o público do senário underground. Agora, ele está alçando voos mais altos, deixando de vez seu território de atividades artísticas: Manhattan, em NY”.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo pela cantora Sílvia Sant’Anna

Read More
Sílvia Sant'Anna
Sílvia Sant'Anna

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje a convidada é a cantora e compositora Sílvia Sant’Anna.

Carol Naine“Dizputa”
“Essa música sintetiza o brilho da Carol: genialidade/acidez na letra e perfeição na interpretação. Ela é um tapa na cara em sua crítica misturada com uma doçura sem fiz na voz e melodia. Não é a toa que a música foi indicada ao Prêmio Multishow de Música Brasileira!”

Gabriel Peri “Visitante”
“A primeira vez que ouvi esse som quase caí da cadeira. Apertei play mais umas 10 vezes depois. Vibrante, marcante, direta e poderosa! Ela pega no ínfimo mesmo, um dos trabalhos que eu mais gosto do Gabriel”.

Maglore“Mantra”
“Acompanho o trabalho do Maglore há séculos e é IMPRESSIONANTE a quantidade e qualidade de material cabuloso dos caras. Essa música virou o meu mantra e é DEMAIS poder vibrar com ela nos shows!”

Jota.pê“Lenda”
“Essa música é uma das inúmeras coisas fantásticas que o Jota produz. A voz marcante e única dele e a harmonia extremamente incrível de violinos são inspiradoras. Sou grande fã desse som”.

Hélio Flanders “Romeo”
“Simplesmente tudo me atrai nessa música: letra, harmonia, ritmo, instrumentos. Ela consegue entrar no coração e mexer com os sentimentos. Consigo visualizar todo um filme na minha mente quando escuto, é realmente um dos trabalhos que mais gosto do Hélio fora do Vanguart“.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Jéssica Mar, do A Menina Que Colecionava Discos

Read More
Jéssica Mar, do A Menina Que Colecionava Discos
Jéssica Mar, do A Menina Que Colecionava Discos

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, a convidada é Jéssica Mar, do A Menina Que Colecionava Discos.  “Muito difícil listar apenas 5 pérolas, mas estão ai, escolhidas com muito carinho e cuidado. Bandas do cenário alternativo, que fogem do convencional e que mereceriam toda a admiração”.

  • Switchblade Symphony – “Clown”
    “Banda de new wave formada em Los Angeles. A música combina sons orquestrados com graves sintetizadores e vocais etéreos para criar uma união de música clássica e rock gótico. A banda acabou em 1999. Essa música – que é a que eu mais gosto delas – ficou um pouco mais conhecido por estar na trilha sonora do filme ‘Wicked’“.

  • Bella Morte“Cristina”
    Bella Morte é uma banda criada em 1996 em Charlottesville, Virgínia que tem um som mais gótico com influências de metalpunkdarkwavedeath rock e industrial.  o nome foi escolhido para “sugerir que a beleza pode ser encontrada na tragédia”, que é um tema que ocorre em todos os álbuns da banda. Essa foi a primeira música da banda que eu ouvi. Estava começando a curtir um som mais underground e comecei a ler em portais de cultura gótica sobre as bandas do estilo e conheci Bella Morte. É uma das bandas que eu mais amo”.

Emilie Autumn“Misery Loves Company”
“O estilo musical de Autumn foi descrito por ela como “Fairy Pop”, “Fantasy Rock” ou “Victoriandustrial”. É influenciada pelo glam rock – de peças de teatroromances e história, particularmente a era vitoriana. Performando com suas dançarinas femininas The Bloody Crumpets, Autumn incorpora elementos da música clássicacabarémúsica eletrônica e o burlesco. Ficou mais conhecida por ter a música “Dead Is The New Alive” e “Misery Loves Company” na trilha sonora do filme ‘Jogos Mortais IV’

Green Carnation“Sweet Leaf”
“É uma banda norueguesa de metal progressivo art rock formada em 1990. Com performances pra lá de inspiradas na voz de Kjetil Nordhus (às vezes chega a lembrar entonações do Bono Vox, quando ouvi pela primeira vez essa música, eu jurava que era com participação do Bono Vox), arranjos ricos e criativos, sem ficar numa exibição inútil de técnica – muito pelo contrário, o que sobra aqui é feeling. Uma curiosidade: Eles tem uma música que dura um pouco mais que 60 minutos, chama-se Light Of Day, Day Of Darkness”. Vale apena ouvir, um metal bem suave e gosto de ouvir”.

Horrorpops“Julia”
“Por último mas não menos importante, um dos estilos que eu sou apaixonada: psychobilly. uma mistura de rockabilly dos anos 50 e punk ( essa banda coloca com um pouco de new wave). Horrorpops nasceu Dinamarca, Sua música mais famosa, se chama “Girl in a Cage” do álbum “Hell Yeah!” de 2004, e tem uma pegada bem forte de ska. Não deixem de conferir também um cover que eles fizeram da famosa “Rebel Yell” do Billy Idol“.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Elio Sant’Anna, d’Os Garotos de Liverpool

Read More
Elio Sant'Anna
Elio Sant'Anna, do Garotos de Liverpool

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, o convidado é Elio Sant’Anna, do site Os Garotos de Liverpool.

“Fui convidado pelo João Pedro Ramos a participar do 5 Pérolas Musicais, onde cito algumas músicas que (quase) ninguém conhece, mas que deveria ser mais divulgada pela mídia, afim de atingir um público maior. Tentando fugir um pouco de clássicos que se passaram despercebidos, bandas novas (nacionais ou internacionais) passaram por aqui”.

The Strypes“Get Into It”
The Strypes é uma banda totalmente influenciada pelo blues, além de terem o apelido de “netos dos Beatles”, não só pela época que são, mas pela idade dos membros, que variam entre 18 e 20 anos de idade. Na época que eu entrevistei a banda, em 2015, eles trouxeram riffs não presentes na versão de estúdio, num clipe que apresentava somente a banda, num estúdio e com uma música que resume bem o estilo da banda. Falando sério, vocês dariam uma idade tão baixa para alguém que faz uma sonzeira dessas?”

FingerFingerrr“Eu Só Ganho”

“Com um disco de estúdio lançado, ‘MAR’, o duo FingerFingerrr mostra que não é necessário ter uma banda completa para fazer um som de qualidade. ‘Eu Só Ganho’ é uma música com praticamente duas frases, mas encaixam perfeitamente no mundo atual, onde nós só ganhamos e no final não temos nada”.

Doris Encrenqueira“Fazer O Quê? (Eu Gosto)”

“Estreando no final do semestre passado, os gaúchos da Doris Encrenqueira trazem um rock’and’roll sem pudor, sem dó, sem frescura (de acordo com eles mesmos) e em português para os nossos ouvidos. Riffs e solos naturais, unidos a uma cozinha (baixo e bateria), tão pesada quanto uma voadora no peito (palavras de Lúcio Brancato). O disco, que não tem nem um mês de vida, traz encarte com as letras das dez músicas e um pôster da banda e o videoclipe do single vocês conferem abaixo!”

Truckfighters“Calm Before the Storm”

“Se vocês gostam de stoner rock, músicas longas e regadas a muito instrumental, o som que precisam ouvir é desses suecos. Tive acesso ao último disco deles, do ano passado, dois meses antes de ser lançado. O “V” começa com uma música que pode ser levada no pé da letra, sendo cantada de forma devagar, num ritmo relaxante, que não chega nem perto do stoner rock da banda, com riffs que poderiam se encaixar perfeitamente no projeto The Fireman (McCartney/Youth). Mas como eu estava falando, toda a calmaria (Calm) é executada antes (before) da revolução musical que acontece dentro da própria faixa que a transforma numa tempestade (Storm), regada com riffs marcantes, batidas desconcertantes, num clipe que mescla as cenas entre sequências normais, reversas e que vocês podem assistir abaixo”:

Bratislava“Enterro”

‘Fogo’ foi mais um dos discos que tive acesso antes do lançamento, fazendo uma resenha faixa-a-faixa. “Enterro” é uma música escolhida para abrir o disco lançado mês passado.Sintetizadores e solos de guitarra, mostram a música mais rockeira do disco, que foi inspirada na tragédia de Mariana, maior desastre ambiental da história do Brasil. É uma reflexão sobre perdas e despedidas que aconteceram, fisicamente ou da natureza, de um modo não agendado. No meu modo de ver, ela também fala de enterro, no sentido de fingir que morreu algo do passado e deixar pra trás, sem uma despedida. A música tem participação Gustavo Bertoni (Scalene)”.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por João Perreka, da João Perreka e os Alambiques

Read More
João Perreka
João Perreka

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, o convidado é João Perreka, líder da banda João Perreka e os Alambiques.

RPW“Pule ou Empurre”
“Vamos começar pelas origens. Em 1996, o garoto aqui vivia com skate de baixo do braço e colava nos bailes de rap e nas festas de pichador, onde rolava o som alucinante do grupo RPW formado em São Paulo, pelo trio Rúbia, DJ Paul e W-Yo e botava geral pra bater cabeça. Foi nesta época, que criei os primeiros vínculos com a galera de outras quebradas e conheci muito grupo de rap”.

Mental Abstrato“Jazzeira”
“Tai uma banda que até esses dias não conhecia, mas hoje é uma das minhas preferidas, pois uma galera me falava para ouvir e tive a honra de sacar a primeira vez ao vivo. O som do Mental Abstrato é difícil de descrever, pois faz um jazz, porém caminha por vários, seguimentos musicais (vários mesmo!), e cada instrumentista vai mandando tua onda boa no som”.

Marsa“Vermelhos”
Marsa é uma banda que todos precisam ouvir vindo da nova geração musical pernambucana que tanto aprecio desde os tempos de Chico Science e Fred 04. Thiago Martins, linha de frente da Marsa, tem uma voz sensacional que transcende com a sensibilidade do som da banda”.

Edgar“Te Dei Amor e Catuaba”
“Musico místico, criador de letras, figurinos, documentários e instrumentos fantásticos e cada dia que passa evolui no que faz, e nos presenteia ainda mais com seu som inovador”.

Samuca e a Selva“Madurar”
“Uma trupe genial de músicos fora de série, destaque pro swing e carisma do vocalista Samuca e para som pra lá de animado. O show deles é uma grande festa, e dificilmente quem ouve fica parado”.

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Paula Puga, do Toca a Cena

Read More
Paula Puga, do Toca a Cena
Paula Puga, do Toca a Cena

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, a convidada é Paula Puga, do Toca a Cena. “Faz exatamente 11 anos que circulo no cenário independente e encontrei muitas pérolas ao longo do percurso. Muitas dessas preciosidades são minhas referências musicais hoje e listarei algumas delas”.

Pessoal da Nasa“Topless”
“Quando ouvi Pessoal da Nasa a primeira vez, fiquei pasma! Mas depois que ouvi “Topless”…fiquei mais pasma ainda! A letra é divertida, a linha de voz diferenciada….incrivelmente criativa!”

Blind Horse“Soul Locomotive”
“Nas correrias da vida, conheci o trabalho da Blind Horse. A vibe setentista com stoner é de deixar arrepiado! Guitarras repletas de distorções, gaita, vocais melódicos e rasgados… Uma combinação porreta!”

The Baggios“Brutown”
“Conheci o trabalho através da indicação de vários amigos e também do produtor musical deles, Felipe Rodarte. Os pontos que mais me chamam a atenção nesta música é a textura sonora e os solos da guitarra. Uma verdadeira pérola! P.S.: Se tiver rolando show deles perto de você, assista! É simplesmente muito foda. Entrei em transe enquanto assistia o show”.

menores atos“Mar Aberto”
“Essa é uma das minhas bandas preferidas! Se eu pudesse definir essa música em uma palavra, seria intensa. O clima dessa música é denso, a letra também….sem contar que a sonoridade é linda!

Carne Doce“Artemísia”
“Uma das melhores descobertas nessa vida de Toca a Cena! A música tem uma pegada diferente, densa, longa introdução, letra intensa e densa. Deu para perceber que gosto de músicas intensas (risos). E a voz da Salma Jô é lindissima. Um arremate perfeito. P.s.: O clipe tem uma fotografia lindíssima!”

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Ricardo Ferreira, produtor e músico da Old Books Room

Read More
Ricardo Ferreira, da Old Books Room
Ricardo Ferreira, da Old Books Room

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, o convidado é Ricardo Ferreira, produtor e músico da Old Books Room, de Fortaleza, que está em São Paulo e toca neste domingo no Pico do Macaco.

Giant Drag“Slayer”
“Sabe aquele quando você quer montar uma banda, mas não quer contar com várias pessoas porque o desgaste é muito grande, além de você ter que dividir o cachê em mais pessoas. O Giant Drag vestiu essa camisa muito bem, o duo de New York City foi uma dos meus vícios desconhecidos por todos que mostrei um dia. Acho que a banda não existe mais, mas a música “Slayer” ficou pra contar como essa história foi boa”.

Sleep Party People “I’m Not Human At All”
“Quatro caras vestidos completamente de preto com exceção de máscaras de coelho. Muito noise, batidas de samples eletrônicas, efeito na voz incompreensível. Sleep Party People define muito bem o quanto o bizarro quando se der uma chance. “I’m Not Human At All” e uma canção bem sombria, com um dedilhado que escutaria por horas, e somente algumas frases, entre elas se destacando logicamente “Eu não sou mais humano”. Escuta, apenas escuta!”

Stuck In The Sound“Let’s Go”
Stuck in The Sound é uma banda francesa que vem crescendo muito, mas por incrível que pareça bem desconhecida, e seria incrível que mais gente conhecesse esse som. Bem, não dá pra descrever pro a música viaja por várias vertentes, desde o post hardcore, indie, grunge e por aí vai, mas esse caminho é construído com muito chorus e uma voz bem marcante. O clipe e a música “Let’s Go” me fizeram literalmente ficar travado nesse som por dias a fio”.

Julian Plenti“Girl On the Sporting News”
Interpol é uma das maiores bandas de todos os tempos na minha humilde opinião. Mas devido às contradições do destino, ninguém valorizou muito (pelo menos como eu acho merecido) o primeiro trabalho solo do Paul Banks. Muitos disseram que era apenas uma derivação de Interpol, pena pra essa galera que não conseguiram enxergar a beleza e a diferença presente nesse trabalho. Fica a ânsia angustiante de fazer com que vocês sintam essa pérola, “Girl On The Sporting News”. Como o próprio Banks falou, o CD contém músicas antigas, antes do Interpol, e são um pouco mais simples, mas em boa parte das vezes ser menos é mais, e a mescla de violão e instrumentos clássicos vai fazer você viajar”.

Soviet Soviet“Ecstasy”
“O power trio italiano me ganhou com a música “Ecstasy”, às vezes a gente não sabe como chega a conhecer esses sons, mas felizmente acontece. Logo, não teve jeito, o um baixo ligado no tremolo, uma guitarra altamente reverberizada e delayzada, uma voz ultra estranha, e uma bateria ultra-acelerada e frenética me mostraram como tempo músicas incríveis em cada esquina desse Mundo”.