Samuca e A Selva apresenta “Flores Raras” em audiovisual

Gravação Clip Vai Madurar

Falar em Samuca e A Selva é falar de um coletivo de bons músicos que sabem colocar o público para dançar. Apresentam bem a sua malemolência das harmonias e levam o suíngue acompanhada de boas letras com humor e sagacidade. Agora, eles apresentam todo seu gingado potencial em formato de audiovisual.

‘Flores Raras’ foi a música escolhida para apresentar bem aos olhos, além dos ouvidos, o disco “Madurar”, que foi lançado em 2016, pela YB Music e foi indicado ao 28º Prêmio da Música Brasileira. Nesse álbum, Samuca e A Selva contou com grandes parecerias como o Thiago França do Metá Metá e o Maurício Fleury do Bixiga 70.

O Clipe, que conta com a presença de bailarinos profissionais encenando, acontece em um cenário simples, mas que remete fielmente a essência da música, que tem a composição de Rodolfo Lacerda, Bruno Parola e Dani Agrelli. “Eles escreveram a letra em uma viagem à Juréia e acharam a minha cara”, conta o vocalista e compositor, Samuel Samuca.

A música tem um ritmo latino e quente, que é representada no clipe através de flores, folhas e um principal cenário, que é uma cama com flores derramadas. O casal no clipe, em meio à trama, dialoga bem com a sensualidade e explora ações e repulsa, que estão presentes na música.

O audiovisual de “Flores Raras” tem a direção assinada por Rodolfo Dox, cenografia de Carol Mota, e conta com a atuação dos bailarinos Maria Glória Poltronieri Borges, Ana Clara Poltronieri Borges, João Paulo Andrade Gomes. O resultado está florido e dançante, dá o play e baila!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *