RockALT #17 – Muff Burn Grace, Loyal Gun, Lava Divers e Ximbra

RockALT

RockALT, por Helder Sampedro

Na coluna de hoje vamos dar mais um giro pelo Brasil, conhecendo ou escutando novamente bandas do nosso cenário alternativo. Provando mais uma vez que vivemos uma renascença da música nacional, do shoegaze paulistano ao punk nordestino, separamos algumas indicações que mostram como o rock alternativo é versátil em nosso país.

Muff Burn Grace

Quem acompanha a cena musical independente no Brasil já deve saber de duas coisas: 1) Em São Paulo é possível encontrar bandas de qualquer gênero que você possa imaginar, e 2) Muff Burn Grace é uma puta banda. Claro que praticamente toda cidade brasileira tem sua cena underground e podemos encontrar os mais diversos estilos pelo Brasil, mas São Paulo acaba sendo o centro seja pelas bandas daqui, seja pelas bandas que aqui se instalam. Dito isto, não consigo pensar em um exemplo melhor de banda stoner setentista do que os paulistanos do Muff Burn Grace. Confesso que o álbum ‘Urbano’ lançado ano passado passou despercebido por mim e só o escutei este ano. O som garageiro, o vocal vibrante, os riffs contagiantes, não perdem em nada para discos mega produzidos de grandes nomes do rock alternativo gringo. Caso eu tivesse escutado esse álbum em 2016 certamente estaria na minha lista de melhores do ano.

Loyal Gun

Também de São Paulo, porém com uma sonoridade bem distinta, o Loyal Gun tem fortes influências de grandes bandas de shoegaze como Slowdive, Ride, My Bloody Valentine entre outras, bandas com pegada mais sentimental como Sunny Day Real Estate e Radiohead. No entanto, seu single mais recente, ‘Come Back’ aposta em um hit mais animado puxando para um rock alternativo um pouco mais pop, o que apresenta uma versatilidade muito bem vinda para a banda. O Loyal Gun têm se apresentado com frequência em São Paulo enquanto prepara novidades a serem lançadas em breve pela Howlin’ Records.

Lava Divers

Uma vez eu estava em uma festa e numa roda de amigos ouvi a seguinte frase: “Esses são os 4 Bs de Minas Gerais: Berlândia, Beraba, Belzonte e a bosta de Araguari”. Eu ri bastante e a frase ficou na minha cabeça até hoje, mas justiça seja feita, nunca estive em Araguari e aposto que não é uma cidade tão ruim pois é de lá que vem o excelente Lava Divers! Os mineiros iniciaram suas atividades em 2014 e de lá pra cá percorreram o país apresentando sua música encantadora que vai do shoegaze ao grunge, com toques de um power pop viciante. A banda promete lançar um LP nos próximos meses e nós ficamos aqui no aguardo. Enquanto isso recomendamos o belo EP homônimo do quarteto de Araguari.

Ximbra

Ximbra é o que acontece se você misturar hardcore com música. É com essa brincadeira eficaz que a banda se apresenta em sua descrição nas redes sociais. Hardcore, punk, letras em português e a visão de mundo de quem vive em uma cidade desigual são elementos que se destacam logo na primeira audição do recém lançado LP ‘A Maldição Desta Cidade Cairá Sobre Nós’. O grupo de Maceió, Alagoas não esconde seu posicionamento político, as letras francas e certeiras somadas ao som raivoso e agitado da banda são prova de sua competência tanto na letra quanto na música. O nordeste brasileiro não é o primeiro lugar que vêm à nossa cabeça quando pensamos em punk ou hardcore, mas Ximbra é um excelente exemplo do que acontece quando você abraça suas raízes sem deixar de lado suas influências por estilos vindos de fora. Destaque para a faixa ‘Quilombo dos Palmares’.

Curtiu a coluna? Então não deixe de escutar o programa do RockALT toda a quinta-feira às 21h na www.planetmusicbrasil.com.br, seguir a playlist da coluna no Spotify: https://goo.gl/lXZ69x e confira nossos mais de 100 programas disponíveis no link: www.mixcloud.com/rockalt/


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *