O duo de folk apunkalhado Hymn For Her está doido para vir pro Brasil com seu trailer

O duo de folk apunkalhado Hymn For Her está doido para vir pro Brasil com seu trailer

11 de janeiro de 2017 0 Por João Pedro Ramos

O duo da Filadélfia Hymn for Her passou os últimos anos em turnê pelos Estados Unidos a bordo de seu querido trailer, injetando punk e psicodelia em seu folk com pitadas de blues, Wayne Waxing (bumbo, chimbau, violão, harpa e vocais) e Lucy Tight (cigar box – chamada Lowebow – e vocais) fazem um som que já foi descrito como “Hell’s Angels encontram os Amish”.

Seu segundo disco, “Hymn for Her Presents… Lucy e Wayne and the Amairican Stream”, foi todo gravado no trailer, em locais que vão da Filadélfia a Malibu em uma turnê de três meses. Para o seu terceiro lançamento, “Hymn for Her Presents… Lucy e Wayne Smokin Flames”, a dupla viajou para a Ghetto Recorders, em Detroit, para trabalhar com Jim Diamond, gravando tudo ao vivo e registrando 12 canções originais em apenas uma semana.

Conversei rapidamente com Lucy sobre a carreira da banda, a vida na estrada, sua Lowebow e muito mais:

– Como a banda começou?
Começamos como um duo de folk minimalista, e somos até agora.

– Como surgiu o nome Hymn For Her?
Vem de uma música que o Wayne escreveu antes da banda existir. Acabou ficando como o nome da banda.

– Quais as suas principais influências musicais?
Maine.

– Tell me more about “Drive Til U Die”. How was the making of this album?
Fizemos muitas demos caseiras. Pegamos as melhores e as regravamos com produtores veteranos em Nashville, Carolina do Norte e Detroit.

Hymn For Her

– Como foi criar “Lucy and Wayne and the Amairican Stream”, no seu trailer Bambi Airstream vintade de 1961? Vocês gravaram em quais lugares durante a road trip?
As músicas foram gravadas em quatro rodas. Foi uma aventura. Passamos por Reno, Chicago, Fargo, Minnesota, Buffalo, Toronto, Winslow, Sarasota, Wichita, Tulsa, Ottawa, Oklahoma, Tampa, Panama, Mattawa, La Paloma, Bangor,Baltimore, Salvador, Amarillo, Togavilla, Bearaquilla, Amadilla, Amakilla…

– Como você definiria o som da Hymn For Her?
Honesto.

– Me conta mais sobre sua Lowebow, o cigar box que te acompanha na banda.
3 cordas. Cigar box. Cabo de vassoura. 2 captadores.

– Explique o conceito de “Hell’s Angels encontra com os Amish” que vocês usam.
O negócio é algo como rock de estrada se encontrando com uma trilha country feita de madeira.

– Quais os planos da banda para 2017?
Tocar no Brasil! Ajudem a fazer acontecer 🙂