Marie Fredriksson, vocalista do Roxette, morre aos 61 anos

Marie Fredriksson, vocalista do Roxette, morre aos 61 anos

10 de dezembro de 2019 0 Por Luiza Padilha

Quem nasceu no planeta Terra depois dos anos 80, com certeza já ouviu alguma música do Roxette em algum momento da vida e cantou junto com Marie Fredriksson algum refrão de algum dos vários hits que a banda emplacou. Infelizmente, hoje, 10 de dezembro, foi noticiada a morte de Marie, que lutava há 17 anos contra um câncer do cérebro.

Em 2002, a cantora sueca foi diagnosticada com o tumor e, por conta do tratamento, sofreu danos permanentes no cérebro, perdeu a visão do olho direito, se tornou incapaz de ler e contar e os movimentos do lado direito de seu corpo foram prejudicados. Isso acarretou num afastamento de Marie dos palcos, que veio retornar gradualmente no ano de 2009, com novos álbuns e turnês. Em 2016, por recomendação de seus médicos, Marie se afastou novamente dos palcos para cuidar de sua saúde e hoje, 3 anos depois, infelizmente nos deixou.

Per Gessle, integrante do Roxette, lamentou a morte de Marie em uma mensagem publicada nas redes sociais. “Não tanto tempo atrás, passávamos dias e noites em meu pequeno apartamento compartilhando sonhos impossíveis. Estou honrado de ter compartilhado seu talento e generosidade. As coisas nunca mais serão as mesmas.”

Por mais datado que o som do Roxette pareça, é possível que daqui uns 20 ou 30 anos a gente ainda escute “Listen to Your Heart” e “It Must Have Been Love” tocando por aí. Não dá pra saber se em rádios, mas em alguma playlist romântica de alguma plataforma musical que estará fazendo sucesso na época. Ouvir Roxette é, inevitavelmente, uma maneira de se conectar com o passado. É lembrar das memórias afetivas embaladas pelas músicas românticas e/ou dançantes.

Pode-se dizer que, se Marie tinha uma missão em terra, ela foi cumprida, pois sua voz está eternizada na nossa memória. Que essa estrela sueca ainda brilhe muito e que sua música ecoe ao longo dos anos. Descanse em paz.