Lumiére estreia “Começo do Fim” com elementos de rap e atitude punk

Lumiére estreia “Começo do Fim” com elementos de rap e atitude punk

29 de abril de 2020 1 Por Hara Dias

Banda mostra como o ego tem causado danos à sociedade, mas também ressaltam que apesar de todo o caos ainda existe esperança. 

A humanidade passa por um período de incertezas. Toda essa confusão tem gerado reflexões sobre escolhas, atitudes e consequências. Algumas dessas questões são abordadas pela Lumière no single da Lumiére“Começo do Fim“, que já pode ser ouvido nas plataformas de streaming:

“Pra mim é muito importante entender o que realmente significa a vida e onde ela acaba. Então, a música é sobre esse questionamento profundo sobre a existência”, observa o vocalista Moah.

Nos versos não há meias palavras. De forma objetiva, Moah e Isaac mostram como o ego tem causado danos à sociedade, mas também ressaltam que apesar de todo o caos ainda existe esperança. As linhas de rock com elementos de rap e atitude punk contribuem para enfatizar as ideias.

“Além de se relacionar com a pandemia de coronavírus, fazemos um retrato de outra ‘doença’ que tem afetado muito a humanidade: o ego. A gente toma muitas decisões com base em nós mesmos e não no coletivo comum. E isso virou um estilo de vida, uma forma viciada de pensar. Por isso, no final faço uma poesia para dar uma visão que mesmo no meio desse caos existe esperança, e ela está além de nós.”

Produzida pelo Gabriel Góes, “Começo do Fim” sucede “Luto” e vem na sequência de uma série de shows da Lumière em festivais na Alemanha e Holanda, e da turnê “Não Desista de Você”, apresentada em 8 cidades do Brasil. Por todos os lugares que passou, a banda fez ações sobre saúde mental e de valorização da vida .

“O Não desista de você é uma turnê de shows protestos. Antes das apresentações a gente vai pelas ruas da cidade com uma bandeira preta escrita não desista de você, interagimos com as pessoas e com um megafone falamos sobre esperança e da importância da vida. As pessoas que se interessam em conversar e desabafar, nós conectamos elas com profissionais locais, que são parceiros do projeto. A primeira parte já foi concluída, agora queremos iniciar a segunda em outras regiões do Brasil.”

A Lumière (no francês: iluminar) não se encaixa em rótulos. É rock, mas é punk, ragga e rap. Protesta contra as pressões, racismo e preconceitos do mundo pós-moderno ao mesmo tempo que transmite mensagens de paz e esperança. Mais que música, essa é uma missão que tem por objetivo se conectar com essa geração para trazer reflexão por meio da arte. Esse propósito se reflete no projeto “Não Desista de Você”, que tem feito ações de saúde mental e valorização da vida no Brasil e em países da Europa.