Ex-VJs da Mtv Brasil Kenia e Keila Boaventura, as KSis, preparam trabalho independente “mais autoral”

Ex-VJs da Mtv Brasil Kenia e Keila Boaventura, as KSis, preparam trabalho independente “mais autoral”

17 de agosto de 2015 1 Por João Pedro Ramos

As gêmeas Kenia e Keila Boaventura ficaram famosas ao entrar com o pé na porta na Mtv Brasil e ir direto apresentar de forma anárquica o maior programa da casa, o Disk Mtv. Lá, as duas falavam o que queriam, “brigavam” como todo irmão e apresentavam a parada musical da emissora. Além disso, seus próprios clipes da dupla KSis também estavam em alta, com faixas como “Beijos, Blues e Poesia” e “Tem Dias”.

Depois de um longo hiato, as irmãs Boaventura se reuniram no ano passado para trabalhar em novas músicas, clipes e até um provável disco, desta vez mais focado em trabalho autoral e sem a influência de gravadoras. Conversei com Kenia e Keila sobre o novo trabalho, o período na Mtv Brasil e trabalhos solo:

– Vocês estão produzindo um novo álbum. Podem me falar um pouco mais sobre esse trabalho?

Keila Boaventura – Sim, estamos com um novo projeto, gravando os novos singles sem pressão e prazo para entrega. Um trabalho mais maduro, uma linguagem mais nossa, porque o novo trabalho é mais autoral.

KSis

– Como foi esse período de “hiato” das KSis?

Kenia Boaventura – Foi de muita reflexão e muita pesquisa. Um tempo muito importante para o amadurecimento do novo trabalho. Amadurecimento pessoal também. Voltamos mais certas do que queremos e mais verdadeiras ainda com o nosso trabalho.

– Muita gente conhece vocês graças à Mtv Brasil. O quanto o canal mudou a vida de vocês?

Keila Boaventura – Sim, a MTV teve grande importância na nossa carreira até aqui, embora tenha tido o interesse em divulgar apenas as apresentadoras Kenia e Keila Boaventura e não nosso som. Somos muito gratas às pessoas que nos possibilitaram essa entrada no canal. Vivemos momentos muito bons na casa e sentimos saudades de muitos dali. É uma marca muito forte que vamos levar pra sempre na nossa história e coração.

– Como foi apresentar o Disk Mtv, um dos programas de maior sucesso na época?

Kenia Boaventura – Apresentar o Disk foi uma grande surpresa e um desafio grande, já que esse era o carro-chefe da emissora. Tivemos que enfrentar alguns leões que queriam estar ali no nosso lugar mas tínhamos uma galera muito bacana que nos dava força para seguir em frente. Nós amávamos aquele programa e toda equipe que trabalhava com a gente. Foi uma linda fase da nossa trajetória.

– Quais são suas maiores influências musicais?

Keila Boaventura – Ouvíamos de tudo pois desde a infância nós já trabalhávamos com música. Essa será sempre uma pergunta difícil para responder mas podemos começar com Lô Borges, Milton Nascimento, Tavito, Skank, Paul Simon and Garfunkel, Carly Simon, Marina Lima, Almir Sater, Irmãs Galvão, Cascatinha e Inhana, entre outros.

– Como vocês definiriam o som de vocês?

Kenia Boaventura – Através do processo de produção, aquele que flui de ordem e forma natural, podemos definir como pop, aquele que vem do popular mesmo. Das frases simples, dos arranjos diretos sem muito rodeio. Sabemos o que queremos dizer e tentamos passar para as nossas músicas o que vivenciados no cotidiano. Numa pegada anos 80 com convenções e arranjos da época. Futuramente pode ser que façamos alguma releitura ou grave algum som de algum parceiro mas o som até agora é autoral.

– Vocês chegaram a pensar em seguir carreira solo?

Kenia Boaventura – Já pensamos e temos projetos paralelos que são solo.Um deles a gente até brinca dizendo que vai se chamar – KSÓS.

– Como é o processo de composição de vocês?

Kenia Boaventura – Começamos com a ideia da mensagem, o que queremos dizer e depois trabalhamos os arranjos. Algumas músicas levam meses para serem concluídas e outras fluem de forma mais rápida.

KSis

Kenia e Keila gravando os novos singles

– Quais são os próximos passos das KSis em 2015?

Kenia Boaventura – O trabalho independente é muito incerto e bem mais difícil, tem muitas barreiras para derrubar e não sabemos onde podemos chegar, por isso vamos dando um passo de cada vez. Agora temos alguns singles em mãos e vamos para a gravação dos videoclipes, sempre procurando alguém que se interesse pelo nosso projeto e nos ajude a seguir em frente.