Duo The Niuzz, da Argentina, faz electrorock energético com toques de punk e glam rock

Duo The Niuzz, da Argentina, faz electrorock energético com toques de punk e glam rock

26 de agosto de 2015 0 Por João Pedro Ramos

Rocko Rainoldi e Ludmila Fazzari são o duo The Niuzz, que faz electrorock cheio de influências de punk rock, pós punk e new wave em sua composição. Quantas vezes eles tocaram ao vivo até agora? Zero. Mas isso não significa que eles não tenham criado um monte de música. Afinal, hoje em dia as redes sociais estão aí pra levar o som das bandas para todo o mundo direto de suas garagens. “Para nós é, hoje, a única ferramenta que usamos para mostrar o que fazemos. É incrível onde chegamos com a ajuda do Facebook, Twitter, Soundcloud, Reverbnation, Youtube”, dizem.

Conversei com a dupla sobre a vida de artista independente, o rock nacional argentino, a divulgação via internet e a relação deles com o Brasil:

– Como a banda começou?

A gente se juntou em 2013, com algumas músicas que a Ludmila queria gravar. A coisa começou a fluir tão naturalmente que, ainda hoje, continuamos sem parar, criando, fazendo e procurando nosso caminho!

– E de onde veio o nome da banda?

Nós escolhemos o nome pelo seu som, rítmico. Não significa nada em particular, mas para nós é como um raio que cai do céu, a inspiração. Se eu tivesse um som: NZZ!

– Quais são suas maiores influências?

A verdade é que muitas! De Ramones a Britney Spears, nós dois temos um passado musical muito amplo. Há alguns meses atrás, Rocko era o baterista dos Tormentos (banda instrumental de surf music). Inclusive eles tocaram algumas vezes no Brasil. Ludmila tinha uma banda de rockabilly…

https://www.youtube.com/watch?v=gJu40yu7lFw

– E como isso influenciou o som atual de vocês? Como vocês definiriam o som do The Niuzz?

De alguma maneira, juntamos o que mais nos atrai em cada estilo e tentamos não nos encaixar em nenhum. Acredito que nossa formação foi essencial com todo o background com que já contávamos. Hoje com certeza temos mais liberdade em compor sem limites de estilo. Tentamos fazer com que nossas canções possam ser interpretadas de diversas maneiras, seguindo nosso estado de espírito. Hoje nosso som é electro dance, amanhã pode ser glam rock.

– Como é a cena rock da Argentina? O rock nacional é muito valorizado por aí, né?

Sim, na Argentina o rock nacional é o mais popular. Sempre vai ser mais fácil para bandas com letras em castelhano sair do underground. Mas o underground nunca pára de crescer!

The Niuzz, da Argentina

– Vocês já vieram para o Brasil? O que acham da música daqui?

Ratos de Porão, Autoramas, Dead Rocks, Forgotten Boys… Estas são algumas das bandas que escutamos. Nunca viajamos juntos para o Brasil. As percepções e experiências sobre o país são bem mais individuais do que como banda… Ah, sim, esquecemos do CSS, uma grande referência para nós hoje em dia.

– Como vocês definiriam o som do The Niuzz?

Em poucas palavras, electrorock, new wave… Agora está chegando a hora de estrear nossas canções ao vivo e para isso estamos ensaiando com um grupo de músicos amigos. Dentro de pouco tempo estaremos anunciando nossa primeira apresentação ao vivo.

– Vocês começaram na internet. Como vocês acham que a internet ajuda bandas que estão começando?

Para nós é, hoje, a única ferramenta que usamos para mostrar o que fazemos. É incrível onde chegamos com a ajuda do Facebook, Twitter, Soundcloud, Reverbnation, Youtube!

The Niuzz, da Argentina

– Quais são os próximos passos do The Niuzz?

Agora mesmo, estamos nos preparando para nossos shows! Sempre compondo novas músicas, fazendo vídeos… Somos o que mostramos, essa é a nossa vida. Nosso dia a dia é o que nos faz felizes. Agora também estamos gravando para um tributo ao The Clash, que vai sair em outubro.

– Recomendem bandas que chamaram sua atenção nos últimos tempos!

Persona, La Tumba del Alca, Tirapiedras, Juvenilia, Autopista, LRHP, Yaga Plush, Patokai… São algumas das bandas independentes que escutamos, algumas pelo som e outras pelas suas personalidade, juventude ou atitude, como Tirapiedras e Yaga Plush por exemplo!