De onde saíram as músicas de “The Spaghetti Incident?” (1993), do Guns N’ Roses

Guns N' Roses
Guns N' Roses em 1993

“The Spaghetti Incident?” é o quinto disco do Guns N’ Roses e é um daqueles discos de covers, sendo até o momento o último com sua formação clássica, com Slash na guitarra, Duff McKagan no baixo e Axl Rose como vocalista e dono da porra toda. Apesar de fazer um álbum de versões, a banda resolveu investir em um lado que é muito fácil de perceber nas suas atitudes impulsivas da época: o amor pelo punk rock.

Em algumas das faixas, o maior fã de punk da banda, Duff, assume os vocais, deixando Axl Rose meio “de folga”. Durante as gravações do disco, o Guns gravou também uma versão para “Beer and a Cigarrette”, do Hanoi Rocks, mas nem chegaram a gravar os vocais, pois não queriam que a grana dos direitos fossem para o compositor Andy McCoy. Vai saber. Também gravaram uma versão instrumental para “Down In The Street”, dos Stooges, que nunca foi lançada.

No canto da capa do disco tem um código escrito com os símbolos que o assassino do Zodíaco (sim, aquele do filme) usava, com uma singela mensagem, quando decifrado: “Fuck ‘em all”. O título do disco se refere à uma guerra de comida que aconteceu entre Steven Adler e Axl Rose, o que veio a aparecer no processo que Adler abriu contra a banda como “The Spaghetti Incident”.

Vamos dar uma olhada nas músicas que originaram as covers que fazem esse disco:

1 – “Since I Don’t Have You”, dos Skyliners
Foi o grande single do disco e tocou para cacete na época. A música original foi composta por Jackie Taylor, James Beaumont, Janet Vogel, Joseph Rock, Joe Verscharen, Lennie Martin e Wally Lester e foi um hit em 1958 com o grupo de doo-wop the Skyliners, chegando ao Hot 100 da Billboard.

2 – “New Rose”, do The Damned
O primeiro single do grupo de punk rock britânico saiu em outubro de 1976 e foi escrita pelo guitarrista Brian James. Faz parte do clássico disco “Damned Damned Damned”, e a intro “Is she really going out with him?” é uma paródia de “Leader Of The Pack”, das Shangri-Las, de 64. O vocalista, Captain Sensible, disse que nunca ouviu a versão do Guns, pois “não ouve músicas lançadas depois de 1980”.

3 – “Down In The Farm”, dos U.K. Subs
A música do disco “Endangered Species”, de 1982, ganhou uma versão energética com o vigor de Duff e Slash mandando brasa no punk rock.

4 – “Human Being”, dos New York Dolls
A última faixa do segundo disco do New York Dolls, “Too Much Too Soon”, de 1974, ganhou uma versão esporrenta com vocais de Axl Rose e é uma das faixas que mais ficou com cara de música do Guns’N’Roses no disco.

5 – “Raw Power”, dos Stooges
Quem diria que uma faixa tão icônica de uma das maiores bandas do chamado proto-punk ganharia uma versão do Guns? A música que dá nome ao disco dos Stooges de 1973 foi composta por Iggy Pop e James Williamson e aqui ganha vocal de Duff McKagan e Axl Rose .

6 – “Ain’t It Fun”, dos Dead Boys
A banda mais enlouquecida do GBGBs foi homenageada com uma versão da faixa do seu segundo disco, “We Have Come For Your Children”, de 1978. Composta por Cheetah Chrome e Peter Laughner, a música era de uma banda mais antiga the Cheetah, Rocket from the Tombs.

7 – “Buick Makane”, do T.Rex
A versão do Guns para o som do clássico “The Slider” do T.Rex ainda conta com uma citação a “Big Dumb Sex”, do Soundgarden, lançada em “Louder Than Love”, de 1989. Quem disse que eles tocarem “Black Hole Sun” na turnê atual não fazia sentido? Os caras são fãs da banda de Chris Cornell faz tempo!

8 – “Hair Of The Dog”, do Nazareth
A música que dá nome ao disco do Nazareth de 1975 é perfeita para ganhar uma versão do Guns N’ Roses. Desde a letra até a voz de Dan McCafferty, tudo exala algo que a banda faria.

9 – “Attitude”, dos Misfits
Duff deve ter ficado tão contente em gravar esse vocal de um dos maiores clássicos dos Misfits… A música, do disco “Static Age”, de 1978, deu vazão à faceta punk rock da banda e é tocada até hoje na turnê de 2017 do Guns.

10 – “Black Leather”, do The Professionals
De nome a gente pode não lembrar do The Professionals, mas a banda é composta pelos ex-Sex Pistols Steve Jones e Paul Cook. 

11 – “You Can’t Put Your Arms Around A Memory”, do Johnny Thunders
A música de 1978 fala sobre o vício em heroína de Johnny Thunders. Acho que não preciso falar da relação dos membros do Guns and Roses com Mr. Brownstone, né?

12 – “I Don’t Care About You”, do Fear
O Fear é aquela banda punk que tinha como baixista ninguém menos que Flea, dos Red Hot Chili Peppers. “I Don’t Care About You” faz parte de “The Record”, de 1982.

13 (faixa bônus) – “Look At Your Game Girl”, do Charles Manson
Deu polêmica gravar uma faixa de Charles Manson, um dos mais famosos e malucos assassinos do mundo? Claro que deu. Axl Rose adora uma polêmica? É claro.

Confira aqui uma playlist com os sons originais que deram origem ao disco de covers do Guns and Roses:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *