A palhaçada tristonha com voz de ouro de Puddles Pity Party

Read More
Puddles The Sad Clown

Você já deve ter assistido um vídeo mezzo assustador, mezzo impressionante de uma banda com um palhaço triste nos vocais fazendo uma versão bem competente de “Royals”, da Lorde. O bizarro combo é a especialidade do Puddles Pity Party, capitaneado pelo tristonho Puddles, o terror musical de quem tem fobia de palhaços.

Puddles, the Sad Clown é uma criação do cantor de dois metros de altura de Atlanta Michael Geier, que já cantou em uma banda só de palhaços chamada Greasepaint. Quando este projeto terminou, Puddles saiu em carreira solo, se auto-intitulando “o palhaço triste com a voz de ouro” e cantando covers de música pop em seu tom operístico-irônico que contrasta perfeitamente com sua persona.

O maquiado cantor ganhou fama após tocar no Aqua Teen Hunger Force Live Tour em 2010 e participar da turnê dos Eels durante suas passagens pelo Teatro ZinZanni, em Seattle, e Sleep No More, em Nova Iorque, em 2013. Desde então, Puddles se apresentou por todo o planeta, sendo ovacionado em festivais como Edinburgh Fringe, Adelaide Fringe, Perth Fringe, Melbourne International Comedy Fest e Belgium’s Gent Fest. Ele participou também do show de La Soirée em 2014 em Londres, o que lhe rendeu um Olivier Award. Ele também foi escolhido por Neil Patrick Harris (o popular Barney Stinson de “How I Met Your Mother”) para cantar em seu projeto “Circus Awesomeus” do Just For Laughs, filmado para a HBO Canada, e Jack Black o chamou para tocar no Festival Supreme de seu Tenacious D em 2015.

Puddles Pity Party
Puddles com Neil Patrick Harris

Apesar do visual palhaço, Puddles realmente canta muito bem e manda uma excelente versão de Leonardo Cohen:

Ah, e ele consegue fazer uma divertida mistura de Celine Dion e Metallica sem perder o semblante calmo e tristonho, juntamente com sua assistente de palco, Monkey Zuma: