Breaking News: 11 clipes independentes lançados esta semana que você precisa conhecer

Read More
The Outs
The Outs

Alaska“Impulso”

A quarta faixa do álbum “Onda”, da banda Alaska, ganhou um clipe dirigido por Santiago Paestor e Vitor D’Angelo. Com Lívia Franceschinelli e Rossano Heinen no elenco, com uma história pra lá de fora do comum. Não sei se clipe também tem spoiler, então vou deixar vocês assistirem pra se ligarem.

The Outs“Ainda Me Lembro”

Produzido e dirigido por Vinícius Massolar e Brenda Martins, “Ainda Me Lembro” faz parte de “Percipere”, o primeiro disco do The Outs. O clipe tem o ar sessentista que sempre permeou o direcionamento da banda, com o Rio de Janeiro e suas praias em foco. Ah, que saudades de poder estar de férias, viu…

OWEL – “Paper Hands”

O clipe de “Paper Hands”, dirigido por Dylan Schnitker, mostra um moleque tendo uma vida de adulto, com trabalho, esposa, problemas, contas pra pagar e por aí vai. A música faz parte do novo disco do OWEL, “dear me”, lançado pela Equal Vision Records.

Direct Hit!“Villain Alcoholic”

Tirado do primeiro disco do Direct Hit, “Wasted Mind”, o grupo de pop punk criou um clipe baseado em coisas como Burroughs e “Fear & Loathing in Las Vegas”. A direção é de Adam Santiago e Derek Shreves.

Los Retrovisores – “Mentiras”

Tirada do disco “Sonido Joanic”, “Mentiras” ganhou um clipe em homenagem ao filme de 1969 “Un, Dos, Tres, Al Escondite Inglés” de Iván Zulueta, gravado em Barcelona.

It’s Not Not – “Resurrection”

Um clipe bem “lava lâmpico” dirigido por Joel Rojas para “Resurrection”, música que faz parte do disco “Fool the Wise”.

Sex Stains“Land of La LA”

A divertidíssima banda da Don Giovanni Records acaba de lançar o clipe também divertidíssimo, cheio de cores e doideiras para “Land of La LA”, faixa de seu primeiro disco.

DWARVES“Get Up And Get High”

Quem não gosta das loucuras que definem o que é rock do DWARVES, boa gente não é. “Get Up And Get High” é uma faixa do novíssimo disco dos caras, “Invented Rock & Roll”, lançado pela também sensacional Burger Records!

Anabel Englund – “London Headache”

Este é o primeiro single da cantora Anabel Englund, lançado pela Defected Records. A ideia da cantora é chegar às pistas de dança, e a música ganhará remixes de Crookers e Purple Disco Machine em breve.

 

COLA JET SET“Lo Mejor Está Por Llegar”

Dirigido por Ángela Ulloa, a música do disco “El Fin Del Mundo” ganhou um divertido clipe “com historinha” que mostra um hipster meio mod e suas aventuras meio Boça.

Kiana Boe Jumper“White Horse”

A banda de folk de Saint Petersburg, na Rússia, formada neste ano, lança um clipe que desenvolve a história meio “conto de fadas” de Lady Samurai. Cada clipe ilustrará um pouco dessa história.

Breaking News: 10 clipes independentes lançados esta semana que você precisa conhecer

Read More
Miami Tiger
"Meu Lugar", do Miami Tiger

Cavalo Motor“Homem Versus Homem”

O novo clipe do Cavalo Mator fala de um problema muito sério que muita gente esqueceu (ou fingiu que esqueceu): o desastre de Mariana, no ano passado, o maior desastre ambiental da história do Brasil, que destruiu um rio inteiro.

Miami Tiger“Meu Lugar”

Gravado, editado e finalizado pelo Estúdio Dead Pixel, o clipe para a faixa do EP “Amblose” mostra bem a mensagem que o som passa: o feminismo veio pra ficar e o machismo deve ser derrotado a qualquer custo. E se você fala que “feminismo é mimimi”, por favor, saia deste blog imediatamente.

Paula Cavalciuk“Ruína”

O novo clipe da Paula Cavalciuk foi filmado durante a turnê do EP “Mapeia” e a gravação do disco “Morte & Vida”, entre outubro de 2015 a março de 2016. Mostra um pouco do charme e talento da Paula, um dos grandes nomes da nova cena independente.

Hot Air Balloon“The Space Between”

A doce e bela canção do duo irlandês-português Hot Air Balloon ganhou um singelo clipe feito para a Antena 3.

Drive-By Truckers“Surrender Under Protest”

Dirigido pelo grande Lance Bangs (que também já fez clipes do Sonic Youth, Nirvana, Neutral Milk Hotel e etc.), o clipe novo dos Drive-By Truckers mostra o retrato dos Estados Unidos durantes os protestos do movimento Black Lives Matter. A ideia foi fazer um clipe no estilo de “London Calling” do Clash.

Morning Fuzz“Invisible Man”

Em um futuro distópico em Honolulu, o Time Doctor manda o heroi do vídeo de volta no tempo para tentar impedir o Black Suit de vestir a máscara negra do poder. Parece episódio dos Power Rangers, mas é o clipe da banda de Long Island Morning Fuzz.

The Mystery Lights“Melt”

A Burger Records nunca decepciona. A banda de Nova York lançou seu disco pela gravadora com seu garage rock alucinado e, como sempre, ganhou um belo clipe DIY para a faixa “Melt”.

The Monsters“Happy People Make Me Sick”

Aquela distorção comendo solta é o tom da música do The Monsters que ganhou um clipe com efeitos de câmera VHS. Se você não aguenta gente feliz, achou o som. A música faz parte do disco “M”.

Mikey Erg“Faulty Metaphor”

Ah, os anos 90. Não, o clipe não é da época, mas tinha tudo pra ser. Que som lindo. Fiquei fã do Mikey Erg. Aliás, vale a pena fuçar no cast da Don Giovanni Records, que é ótimo. O vídeo foi dirigido por Brendan Mcknight e o som faz parte do disco “Tentative Decisions”.

Bonus Track: clipe antigo relançado

RIP Monsters“Mucho Loco Angels”

Pra quem não sabe, o RIP Monsters era a banda de Gastão Moreira, ex-Mtv Brasil e atual Kazagastão, um dos melhores canais do Youtube, que relançou o clipe.

Breaking News: 8 clipes independentes lançados esta semana que você precisa conhecer

Read More
White Limo
White Limo

Ninguém Sabe“Fridolin”

Dirigido por Jonatan Gentil, “Fridolin” ganhou um clipe na melhor tradição “clipe com história”. O
personagem Fridolin (Elton Mendes) se apaixona por uma freira (Kamila Souza), mas tem dúvidas se seus sentimentos são corretos ou pecaminosos, tornando-se o dilema do rapaz. “A canção foi escrita por Elton Mendes, ex-vocalista e um dos fundadores da banda, portanto nada mais justo que interpretasse o personagem que ele mesmo criou”, relata o baterista Wagner Kuhnen.

Matheus VK“Pélvis”

Com direção de Joana Jabace, diretora da Globo que fez novelas como ‘Avenida Brasil” e “Regra do Jogo”, chega o clipe de “Pélvis”, de Matheus VK. Matheus aparece no vídeo coberto de purpurina, convidando uma série de casais de diversos gêneros, raças, idades, tipos físicos e formações, incluindo um trio e a possibilidade do poliamor, a mexer a pélvis em uma exaltação ao amor em todas as suas maneiras e formas.

Sammliz“Faca”

“Faca” é a faixa que encerra “Mamba, primeiro álbum solo de Sammliz. O clipe da música foi captado em Belém durante o primeiro show de lançamento do trabalho, em setembro. Apenas com takes ao vivo, efeitos de luz e edição bem cortada.

May Fall“Same Code”

A banda de Tel Aviv, em Israel, lançou esta semana um clipe dirigido por Yuval Leizerman com animação cheia de ideias provocadoras e um quê de infográfico.

Kamikaze Kings“Dirty Girl”

O duo de Berlim ganhou um clipe dirigido por Sabrina Schneid com a velha disputa de dois homens pela mesma mulher. No final, o resultado é o mesmo daquele episódio do Pica Pau contra Zeca Urubu para conquistar uma garota: empate (de derrota).

Martin Courtney“Asleep”

Lembra como os clipes em animação eram os nossos preferidos quando rolavam na Mtv Brasil? Pois bem: o novo de Martin Courtney, com animação de Evan Cohen, seria um deles caso a Mtv ainda fosse vivente (e não venha me dizer que aquele canal de realities de gente jovem e seminua é a Mtv). “Asleep” faz parte do disco ‘Many Moons’.

Delicate Steve“Cartoon Rock”

Esquisito, andrógino, divertido: o som instrumental tirado do álbum “This Is Steve”, que sairá em janeiro, foi dirigido por Christian Peslak.

White Limo “Queen”

Um clipe bem DIY dirigido pela própria banda de Göteborg, na Suécia. “Este clipe tem duas propostas: fazer você curtir o som e colocar um sorriso no seu rosto”, explica a banda.

Breaking News: 7 clipes independentes lançados na última semana que você precisa conhecer

Read More
Ruca Souza
Ruca Souza

Alderia“Detox”

Produzido pela Zenistesia Filmes e dirigido por Thiago Looney, o clipe novo da Alderia estrela Zé Cardoso, Viktor Judah e Diego Souza e mostra algo “gastronômico/sombrio” pra acompanhar a música.

Ruca Souza“Vento Branco”

Mais um clipe de uma música do disco “Marte”, de Ruca Souza. A edição, fotografia e direção são de Lenon Cesar. Ah, a Ruca participou do tributo aos Titãs “O Pulso Ainda Pulsa” que fizemos em parceria com o Hits Perdidos!

The Dirty Coal Train“Black X”/”J’acuse”

O duo português que acabou de passar pelo Brasil ganhou um lindo clipe que combina muito com o estilão deles. Dirigido por Luís Marques e João Mingacho, as músicas fazem parte do LP “Super Scum”, lançado pela Groovie Records.

Holy Sons“Robbed And Gifted”

Parte do recém-lançado disco “In The Garden”, “Robbed and Gifted” ganhou um belo clipe cheio de natureza psicodélica. Se estiver de saco cheio do trabalho, se tranque no banheiro, assista este clipe e dê uma respirada.

Goat Girl“Country Sleaze”

O single “Country Sleaze”/”Scum” acabou de sair pela Rough Trade Records e a primeira música ganhou um clipe estroboscópico com direção de Douglas Hart.

Decentes“1938”

O nome da banda pode parecer brasileiro, mas eles são de San Juan, em Porto Rico. A banda conta com membros  do D-Cent Jerks e o clipe com história para “1938” foi dirigido por Erik Villa.

Louise Burns“Storms”

Escuro, P&B e sombrio, o clipe dirigido pelo duo Exquisite Corps (Justin Gradin + Ben Jacques) é a cara da Mtv Brasil dos anos 90 em seus programas mais “alternativos”.

Batalha das Bandas do Estúdio Sonzeria une 16 bandas independentes do ABC Paulista

Read More
Batalha das Bandas Sonzeria

A Batalha das Bandas surgiu do sonho antigo dos proprietários do Estúdio Sonzeria, em São Bernardo do Campo, cansados de falsos festivais onde o único objetivo era encher os bolsos dos organizadores. Com o intuito de unir bandas de diversos estilos e movimentar a cena musical de bandas independentes na região do ABC, mostrando que existe música de ótima qualidade no cenário underground, eles criaram uma verdadeira batalha de bandas num festival sem fins lucrativos.

São 16 bandas batalhando pelo 1º, 2º e 3º lugar. Os vídeos postados na página do Facebook do Estúdio Sonzeria serão julgados pelos seguidores e mais dois jurados técnicos com experiências diversas no meio musical. Logo de cara as bandas batalham com um som autoral num mata-mata com sons que estão abertos para
votação até o dia 29/10.

As primeiras batalhas são:

Gallus de Petra x Balaclava
Ideia Suburbana x Stone Crown
Aragalv x Color for Shane
Nokaos x Último Giro
Abacates Valvulados x Blue Violet
O Astronauta x Janela
Os Arnolds x Euliricos
Lurya x Obsolence

Só 8 destas bandas sobreviverão para a 2º fase, onde as batalhas ficarão mais difíceis. Cada uma das 4 batalhas terá uma única música tema escolhida pela organização e as duas bandas deverão criar sua versão da mesma. Dessa etapa restarão 4 bandas e tem data prevista para acontecer de 12/11 a 19/11.

A repescagem é a chance das 12 bandas que não tiveram tantos votos voltarem à disputa. Uma fase exclusivamente online onde cada grupo apresentará sua melhor música cover. Daqui, apenas duas guerreiras seguirão diretamente para a grande final. Essa fase tem data prevista para 26/11 a 03/12.

A grande final será realizada em um grande show das 6 bandas finalistas no dia 11/12 em um pico surpresa com a participação de 5 jurados técnicos. Cada banda fará um show de 30 minutos que será avaliado em diversos quesitos como presença de palco, música, interação com o público e mais. As três melhor avaliadas irão ao pódio. Fiquem ligados na página do Estúdio Sonzeria para saber o local da grande final!

Os prêmios são:

3º lugar: Gravação de 1 música + 2 horas de ensaio + camiseta da Elephant pra todos integrantes da banda. + 1 tatuagem do estúdio 2c family de até R$300,00 por banda Instituto Romano + 50% de desconto em luthieria por 1 ano + descontos em cursos da área. + 50% na matrícula no curso de luthieria + 50% na matrícula no curso de aperfeiçoamento musical+ 50% na matrícula nos cursos de artes

2º lugar: Gravação de 2 músicas + 1 Webclipe + 4 horas de ensaio + camiseta da Elephant pra todos integrantes da banda + 1 tatuagem estudio 2c family de até R$500,00 por banda Instituto Romanos + 6 meses de luthieria + isenção na matricula do curso de luthieria + 50% na matricula do curso de aperfeiçoamento musical

1º lugar: Gravação de 4 músicas + 1 Vídeo Clipe + 1 Sessão de fotos de 1 hora + 1 logotipo da banda + 1 pacote mensal de ensaios + camiseta da Elephant pra todos integrantes da banda + 1 tatuagem do estudio 2c family de até R$800,00 por banda Instituto Romanos + 1 ano de luthieria + Isenção na matrícula nos cursos de luthieria que é um curso de construção e set up + 1 aula gratis de aperfeiçoamento musical + 50% de desconto em workshop + isenção na matrícula dos cursos de artes (phothoshop e fotografia)

5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Aecio de Souza, baterista da Bloodbuzz e dono do Estúdio Aurora

Read More
Aecio de Souza, da Bloodbuzz
Aecio de Souza, da Bloodbuzz

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, o convidado é Aecio de Souza, baterista da Bloodbuzz, produtor da Delyriun e dono/técnico do Estúdio Aurora.

Honey is Cool“Bolero”

“Honey is Cool foi a primeira banda da sueca Karin Dreijer, do finado The Knife (RIP) e Fever Ray. Diferente dos seus projetos eletrônicos, a banda tem aquele som indie/guitar delícia anos 90 e lembra um pouco Belly, mas com a voz inconfundível da Karin. Esse som é do segundo album da banda, o ‘Early Morning Are You Working?’ de 1999”.

Kristeen Young“I’ll Get You Back”

“Kristeen Young é uma cantora e pianista americana muito louca que já gravou com David Bowie e Morrissey (acabei de descobrir que tem voz dela no ‘Heathen’, risos). Ela já veio pro Brasil e abriu pro Morrissey em 2012. Essa música é do EP de 2011, ‘V the Volcanic'”.

iamamiwhoami“o”

iamamiwhoami é o projeto audiovisual eletrônico da cantora sueca Jonna Lee. Diferente da sua carreira anterior de pop music com violão, o projeto começou em 2009 com video teasers que chamaram atenção por não revelar prontamente quem estava por trás da voz e composições, até o lançamento dos primeiros vídeos completos do que viria a ser o segundo disco, ‘bounty’. Esse é o segundo vídeo desse album”.

Sóley“Dreamers”

“Sóley é uma cantora e multiinstrumentista islandesa que lançou seu primeiro EP solo em 2010, chamado Theater Island. O foco no arranjo de piano e voz quase sussurrada da um tom de sonho e viagem pro primeiro disco dela, ‘We Sink’. O som que eu escolhi é do segundo disco, que tem um tom bem mais dark e quase de pesadelo em alguns momentos, ‘Ask the Deep’, de 2015”.

Bat For Lashes“What’s A Girl To Do?”

“Provavelmente a banda mais conhecida da lista, Bat For Lashes é o projeto da cantora, compositora e multiinstrumentista Natasha Khan. Com uma voz poderosa e dinâmica as composições misturam instrumentos incomuns acústicos e sintetizadores, os sons são bem intensos com um pezinho no pop anos 80. A música que escolhi é do segundo disco, ‘Two Suns’, de 2009, e o vídeo ta no clima do Halloween que vem aí!”

Breaking News: 7 clipes de bandas independentes lançados nesta semana que você precisa conhecer

Read More
Banda Maquiladora

Maquiladora“Jack”

Essa semana saiu o clipe do single “Jack”, da banda Maquiladora, de Mogi das Cruzes. A direção do clipe cheio de animações é de Danilo Sevali e o vídeo foi desenvolvido e concebido no estúdio Mestre Felino. Os desenhos são de Helena Duarte.

Death Valley Girls“Disco”

Um clipe da Troma, maior empresa de filmes trash do planeta! O som é “Disco”, das Death Valley Girls. A direção é de Kansas Bowling.

Maneva – “Luz Que Me Traz Paz”

Um clipe viajandão e com um quê ripongo deve ter como cenário que lugar? Exatamente: São Thomé das Letras! O vídeo conta com a atriz Andressa Roeder e um… minotauro? Aliás, um Pé Grande? Yeti? Alucinação cogumelística? Você decide.

Oh! Gunquit “Nomads of the Lost”

Eu não tenho palavras para descrever o quanto gosto do som e do visual retrô festeiro punk new wave do Oh! Gunquit!

The Shrine“Coming Down Quick”

A faixa “Coming Down Quick” faz parte do disco “Rare Breed”, lançado pela Century Media em Records em 2015. O clipe foi dirigido por Coan “Buddy” Nichols e Six Stair. Uma doideira com direito a banheira de sangue, alucinações e muito mais.

Alpaca Sports – “Where’d You Go?”

Para comemorar um ano do lançamento de “When You Need Me The Most”, o mini-LP da banda Alpaca Sports, sai o clipe de “Where’d You Go”, com aquela bela montagem de cenas da estrada durante sua turnê no Japão. A banda promete um novo disco para 2017!

Night Riots“Nothing Personal”

Dirigido por Cameron Alexander, a faixa faz parte do disco de estreia do Night Riots, “Love Gloom”, que sai amanhã. O vocalista é algo como uma mistura de Nicolas Cage com Loki no filme dos Vingadores. Concorda?

Breaking News – 7 clipes de bandas independentes lançados nesta semana que você precisa conhecer

Read More
Salvation Jayne
Salvation Jayne

Salvation Jayne“Dahlia”

A banda de Kent, na Inglaterra, mandou muito bem em seu clipe dirigido por Raphael Klatzo e produzido por Dan Lucas. Bônus para os fãs de látex.

Chico de Barro“Nogueira”

Com direção e roteiro de Fernanda MartinsLucas Millecco e as atrizes Andrea PechMika Makino, “Nogueira” é um clipe bucólico com cara de tarde de outono.

Big Eyes“Just Not Right”

Big Eyes é uma das grandes bandas do cast da Don Giovanni Records. O clipe, auto-dirigido, foi filmado por Mac Katter e a faixa faz parte do belo disco “Stake My Claim”. Vale a pena ouví-lo de cabo a rabo.

Emilie & Ogden – “White Lies”

Se você, como eu, não tem grana pra curtir o outono/inverno na Europa, assista ao clipe de Emilie Kahn dirigido por Victor Saliba e sinta-se lá.

Basia Bulat“Infamous”

Dirigido por Derrick Belcham, o clipe de “Infamous” é daquele que mostra flashes ao vivo de shows da banda. Foi filmado por Derrick Belcham, Kaveh Nabatian e a própria Basia Bulat durante shows no Lincoln Hall em Chicago, Off Broadway em St Louis, Riot Room em Kansas City, The Opolis em Norman, OK , Bowery Ballroom em New York e Metropolis em Montreal.

Oh! Gunquit“Nomads Of The Lost”

O Oh! Gunquit é incrível. Uma banda inglesa sensacional que lançará o single “Nomads Of The Lost” em novembro pela Trash Wax Records. Uma coisa influenciada pelos Cramps com um som dançante e furioso.

Rodeo Clown“Ready to Ride”

Punk rock vindo diretamente de Sassari, na Itália, com um clipe dirigido por Domenico Montixi que tem toda a cara do rock nacional que passava na Mtv nos anos 90.

Breaking News: 12 clipes independentes lançados nesta semana que você precisa conhecer

Read More
Camila Garófalo
Camila Garófalo

Camila Garófalo“Camarim”

Dirigido pelos Irmãos Guerra e com a participação de Luiza Lian, Nina Oliveira, Laya, Lara Aufranc e Tika, o clipe de “Camarim” foca na visibilidade lésbica. “Não acho que ser lésbica ou bissexual é algo que vai precisar ser declarado daqui um tempo. Mas agora é preciso. Não tem a ver com rótulos, tem a ver com fortalecer a causa. Eu apenas posso falar sobre coisas que me dizem respeito por isso defendo as causa do movimento LGBT e feminista. Sempre vou defender” disse a cantora ao site Vírgula.

Skating Polly“Across The Caves”

O novo clipe das irmãs Kelli e Peyton mostra uma singela conversa com um telefone de latinha e também um pouco do lado menos agressivo do duo. O vídeo para a faixa do disco “The Big Fit” foi dirigido por Sofia Due Rosenzweig.

Goat“Union of Mind and Soul”

Retrô, hipster, Instagrâmico… chame como quiser. O clipe para “Union of Mind and Soul”, faixa que fará
parte do disco “Requiem”, a ser lançado amanhã, combina direitinho com a música.

Violent Soho“No Shade”

Um clipe road movie com aquelas famosas kombis americanas despedaçadas mostrando um pouco da vida de banda independente na estrada. A faixa faz parte do disco “WACO” e a direção do vídeo é de Dan Graetz.

Lia Pamina“Walking Away”

Uma prévia do disco “Love Is Enough”, a ser lançado em novembro. A faixa é provavelmente uma das mais belas e românticas do disco. A cantora coleciona influências de Astrud Gilberto, Nancy Sinatra e Claudine Longet.

Terno Rei“Criança”

Recém lançado pela Balaclava Records, o clipe dirigido por Bruno Alves conta com os atores Samantha Francisco e Jorge Neto e seus encontros em desencontros em um vídeo e música que não devem nada para o rock alternativo internacional.

Izzy True “Sex Ghost”

Faixa do disco “Nope”, lançado pela fugerenga Don Giovanni Records. A direção é de Patrick JF Smith e o tal “Sex Ghost” do nome da faixa aparece.

Fake Palms“Holiday”

Um clipe doce (e derretido, e sujo) dirigido por Allison Johnston. Prepare as papilas gustativas.

The Dancing Morons“Demilitarized Zone”

O ska punk vive na Bélgica. O clipe, divertido e cheio de noventice, é a primeira música a ser divulgada do próximo álbum do grupo belga.

Xenia Rubinos“See Them”

Em tempos de discussão sobre ciclovias (o blog é a favor da mobilidade urbana), acompanhe Xenia Rubinos em um passeio de bike (e muitos outros) em 360º no clipe de “See Them”, faixa do disco “Black Terry Cat”, dirigido por Armando Croda.

Lovely Bad Things“Teenage Grownups”

Sinta-se assistindo o “Lado B” da Mtv em 1993 com “Teenage Grownups”, faixa do disco dos Lovely Bad Things a ser lançado ano que vem pela Burger Records. A direção é de Allyson Hernandez.

Hannah Williams and the Affirmations“Tame in the Water”

O clipe de “Tame In The Water” foi gravado em um dia em Bristol, Inglaterra, terra natal da banda, que interpreta todos os personagens do clipe, que conta com um grande coelhão amarelo. Sim, é isso mesmo.

Conheça os russos do Little Big, algo como se o Die Antwoord tomasse um galão de vodka

Read More
Little Big
Little Big

Se não fosse pela maluquice freaky dos sul-africanos do Die Antwoord e seus hinos rap-rave com clipes que deixam qualquer um de cabelos em pé, não teríamos a doideira russa Little Big, que são, basicamente, o Die Antwoord depois de muita vodka.

A música do quarteto se assemelha bastante, por sua música eletrônica rápida e violenta com seus vídeos grotescos, absurdos e não raro chocantes. A banda de São Petesburgo é formada por um vocalista (Ilya Prusikin), um cara tatuado e magrelo que começou a carreira fazendo rap vestido de Stalin, Sergey Makarov (Gokk), uma vocalista anã (Olympia Ivleva), a vocalista Anna Kast e Mr.Clown, um russo vestido de palhaço que deixaria Pennywise com arrepios.

Apesar da semalhança com o Die Antwoord, o Little Big é incrívelmente original. Seus clipes esquisitaços são especialmente viciantes, unindo maluquices nonsense diversas com imagens estereotipadas de dançarinos russos, vodka, hooligans, uniformes militares da época da Guerra Fria e etc. Mesmo que sua música seja quase inteiramente eletrônica, existe no Little Big uma certa energia gypsy-punk maníaca. Algo como uma versão raver ensandecida de Gogol Bordello, especialmente na faixa “Everyday I’m Drinking” (algo bem russo, diga-se de passagem):

A salada musical eletrônica-punk-gypsy-rock-metal do grupo parece mais “entendível” quando a banda cita suas influências. “Rave, Cannibal Corpse, Nirvana e Die Antwoord são meus preferidos”, diz Ilya. “Red Hot Chilli Peppers, Rammstein, à noite um Beethoven ou Mozart. Aliás, Vivaldi é um de meus compositores preferidos”, explica Olympia em entrevista para a Noisey.

Com dois discos no currículo (“With Russia From Love”, de 2014, e “Funeral Rave”, de 2015), o Little Big faz o que quer, mesmo que ninguém entenda. “Muitas pessoas não entendem nossa música”, disse Ilya à Noisey. “Nós mostramos o lado sujo e escuro, o que as confunde, mas só fazemos isso pois queremos mostrar que eles podem viver melhor. Há um senso de tradição real na Rússia. Nós queremos mostrar que todos podem viver suas vidas de uma forma diferente (e melhor)”.