Boogarins faz mistério sobre a língua de seu próximo disco

Reportagem Especial – Festival Bananada 2017, por Gil Luiz Mendes

Ainda estamos no primeiro semestre de 2017 e a Boogarins já se prepara para a sua segunda turnê internacional deste ano. Não está errado em dizer que hoje eles são a banda independente brasileira com maior notabilidade no mercado internacional. Além de terem contrato com a gravadora norte-americana Other Music, os goianos já tem no currículo participação em grandes festivais como Primavera Sound e Rock in Rio Lisboa.

E internacionalização da banda parece um caminho sem volta. Prova disso é o single “A Pattern Repeated On” lançado na semana passada e que conta com a participação de John Schmersal, do Brainiac, nos vocais. Por ser a primeira vez que lançam uma música autoral em outra língua, cresce a expectativa para saber se o disco que vai suceder o aclamado “Manual” terá composições em inglês.

Em uma conversa minutos antes da banda subir ao palco da 19ª edição do Festival Bananada, o baterista Ynaiã Benthroldo fez mistério sobre como será esse novo disco do Boogarins. Na entrevista ele também fala que os shows dessa nova turnê servirão como teste para as novas músicas e da relação da banda com a cena fora do país.

– O lançamento do single “A Pattern Repeated On” é um sinal que o próximo disco da banda terá canções em inglês?

A gente vem experimentando novas coisas. Se eu responder essa pergunta vou acabar falando tudo de como será o próximo disco. É bom deixar uma curiosidade.

– Como está a carreira internacional da Boogarins?

A melhor coisa é essa relação que a gente faz com outras pessoas, de outros lugares. Já fizemos muitas parceiras aqui no Brasil com outras bandas e estamos fazendo isso também com gente lá de fora e criando essa relação.

  • – Como será essa nova turnê gringa que começa no próximo mês?

Banda meio que nasceu de verdade depois de gravar o primeiro disco e ele ser lançado por uma gravadora dos EUA. A partir daí que tivemos uma agenda de show e uma postura mais profissional. Já passamos dois meses nos EUA esse ano, fazendo alguns festivais e agora estamos voltando para tocar durante o verão e fazer toda Costa Oeste, parte da Leste e pode voltar ao Texas onde a gente adora tocar. Depois vamos direto para Portugal e Espanha onde estamos criando uma relação boa.

  • – O show do Bananada vai ser o mesmo desta turnê?

Não. A gente já toca esse single que lançamos a pouco, mas estamos encerrando esse ciclo do disco “Manual”. A gente já gravou muita coisa e quer experimentar isso no palco agora com outros elementos e um outro set de instrumentos.


One thought on “Boogarins faz mistério sobre a língua de seu próximo disco”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *