5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Letty, do Letty and the Goos

Letty
Letty

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, a convidada é Letty, vocalista, guitarrista e líder do power trio Letty and the Goos;

Globelamp“Breathing Ritual”

“Descobri esse projeto acidentalmente no Instagram. Já gostei do visual colorido-algodão doce e me surpreendi com a sonoridade. Tô cada vez mais encantada. É um folk moderno com uma pitada de Jefferson Airplane. Um lo-fi no meio da floresta com uma fada cantando. Dá pra entender do que eu falo assistindo a esse clipe”.

J.D. King“Midnight Rendezvous”

“Eu amo esse contraste do J.D.: é como uma junção de Strokes com T.Rex, um indie nostálgico e delicioso. Essa atmosfera analógica do clipe me pegou nos primeiros segundos. E o mais brilhante é que os sons em geral (mais antigos) não seguem essa linha, eles puxam pro Neil Young, bem caipirão com guitarra com slide!”

Healthy Junkies“Witches Of Lust”

“Não sei nem o que dizer sobre essa música. Punk cavernoso, corrido feito Fu Manchu, contrastando com a voz doce de ares dos séculos passados – acho que essa combinação é perfeita pra resultar nesse som macabro. O único problema é que ele só tem 2 minutos e 20″.

Tyler Bryant & The Shakedown“Loaded Dice & Buried Money”

“Eu amo tudo nessa banda. O som anos 90 com uns oitavadores modernosos, ritmos pesadamente marcados somado a esse vocal versátil. Dizem que é indie. Eu acho que tá mais pra um stoner com as escalas do Black Sabbath“.

NUNCA“Dragged By Silence”

“Pra não dizer que faltou uma nacional, aí vai! Uma das poucas bandas desse estilo que ouço, gosto e consigo acompanhar, porque o barulho é estrategicamente pensado. As variações rítmicas e melódicas me obrigam a dizer que o som da banda não se parece com nenhuma outra coisa que eu já tenha ouvido. Cada uma das músicas é uma viagem única e sem volta. E os meninos são do interior de São Paulo e estão ativos! O primeiro clipe deles vai ser gravado na próxima semana”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *