5 Pérolas Musicais escolhidas a dedo por Aletrix

Aletrix
Aletrix

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, o convidado é o músico, produtor musical, apresentador de rádio e artista visual Aletrix.

The Frogs“Nipple Clamps”

“Nesta pérola de 2001, a bela voz de Jimmy Flemion sugere que para ter o seu amor correspondido, seu par deve usar nipple clamps (“prendedores de mamilos”, um artigo BDSM). A condição é usá-los de dia, sob o luar e, sobretudo, com vontade! Poucos artistas ousaram ser tão controversos como o The Frogs. Fosse religião, raça ou sexualidade, para eles nenhum assunto era proibido. Por toda discografia, estes temas são visitados, algumas vezes de um ponto de vista absurdamente ofensivo. Mas nada deve ser levado ao pé da letra ou muito a sério se tratando das fábulas lançadas pelos irmãos Flemion, Jimmy e Dennis (R.I.P.). Considero “Nipple Clamps” um dos pontos altos do álbum “Hopscotch Lolilpop Sunday Surprise”, e o indico para quem tiver interesse em conhecer ou se aprofundar na discografia. Grande banda, está entre as minhas mais queridas”.

The Dukes of Stratosphere“25 O’Clock”

25 O’Clock” é uma preciosidade lançada em primeiro de abril de 85. A data não era mero acaso: tratava-se de uma banda de mentira! Os Dukes eram na verdade a banda XTC fazendo sua homenagem ao sumo do pop e da psicodelia inglesa da segunda metade dos anos 60. O ouvinte não é poupado de clichês da música psicodélica: muito ao contrário, é possível notar que os elementos mais identificáveis foram propositalmente misturados de forma absolutamente coerente e cativante. O resultado é mesmo incrível, superando até mesmo alguns dos grandes nomes que melhor definiram o gênero”.

Buffy Sainte-Marie“Starwalker”

“À primeira ouvida, os menos prevenidos serão pegos de surpresa pela voz imponente fazendo vocalizações tribais, enquanto o instrumental se desenvolve ao fundo. Que abertura! Recomendo fones de ouvido e olhos fechados para ouvir esse grande clássico da incomparável Buffy Sainte-Marie, que é também reconhecida como uma notável ativista, pacifista e defensora dos direitos dos índios. “Starwalker” foi lançada em 76 e é parte do álbum Sweet America, seu último registro antes de se aposentar da industria fonográfica temporariamente e integrar o elenco da Vila Sésamo. Se você curte músicas folk de protesto, ou que contam historias, recomendo também o álbum de estreia “It’s My Way”.

Guided By Voices“Back To Saturn X Radio Report”

“O Guided By Voices é a minha banda do coração. Como é impossível escolher só uma música, escolhi esse som de um minuto e trinta e três segundos que representa 8 músicas completamente diferentes uma da outra. Contando melhor, entre 91 e 92 o líder Robert Pollard, frustrado com a obscuridade da banda e um acumulo de dívidas, preparava o álbum de despedida do GBV: “Propeller”. Seriam lançadas 500 cópias em vinil, cada uma com uma capa diferente feita a mão por membros da banda, com ajuda de amigos e parentes. Quanto ao som, partes de algumas músicas foram gravadas em estúdio, enquanto outra porção foi gravada de forma caseira num gravador de fitas cassete. O resultado dessa junção é uma edição surreal, cheia de intervenções não relacionadas, ruídos que surgem e desaparecem e variadas surpresas grotescas e saborosas. A faixa é uma colagem com trechos de músicas que não caberiam no álbum de despedida, um relatório de ideias que a princípio seriam perdidas. É possível encontrar cada faixa separada (todas foram lançadas eventualmente), mas nenhuma delas individualmente é tão divertida quanto “Back To Saturn X Radio Report”.

Tiny Tim“I Saw Mr. Presley Tiptoeing Through the Tulips”

Tiny Tim, além de músico, foi um grande arquivista musical. Pesquisava, organizava, resgatava e regravava todo tipo de música e as apresentava ao público quase sempre munido do seu instrumento preferido, o ukelele, e também de sua voz cheia de floreios, falsetes e vibratos, sua característica marcante e inconfundível. O título dessa faixa de 88 faz referência também ao seu maior sucesso, “Tiptoe Through the Tulips”. Era um artista muito interessante também na sua vida pessoal. Viveu obcecado por higiene, tomava pelo menos três banhos por dia e, por muitos anos, em todas as refeições se alimentava somente com um tipo de molho de tomate enlatado, algo que ele considerava saudável. Morreu durante um show em 96, no palco, fazendo o que mais lhe trouxe prazer durante sua vida”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *