5 Pérolas Escolhidas a dedo por Gaivota Naves, vocalista do Joe Silhueta

5 Pérolas Escolhidas a dedo por Gaivota Naves, vocalista do Joe Silhueta

11 de janeiro de 2019 0 Por João Pedro Ramos

Todo mundo tem seus gostos, preferências e, é claro, seus garimpos no mundo da música. Com certeza tem alguma banda ou artista que só você conhece e faz de tudo para espalhar o som entre seus amigos e conhecidos. “Todo mundo precisa conhecer isso, é genial!” Se você é aficionado por música, provavelmente tem uma pequena coleção pessoal de singles e discos que não fizeram sucesso e a mídia não descobriu (ou ainda vai descobrir, quem sabe) que gostaria que todo o planeta estivesse cantando.

Pois bem: já que temos tantos amantes da música querendo recomendar, o Crush em Hi-Fi resolveu abrir esse espaço. Na coluna “5 Pérolas Musicais”, artistas, músicos, blogueiros, jornalistas, DJs, VJs e todos que têm um coração batendo no ritmo da música recomendarão 5 músicas que todo o planeta PRECISA conhecer. Hoje, a convidada é Gaivota Naves, vocalista do Joe Silhueta.

Jupiter Maçã“…So You Leave The Hall”

“Flavio Basso foi uma coisa incrível que aconteceu, cada álbum tem uma personalidade diferente, o meu preferido é o “Hisscivilization”uma coletânea infindável de recursos, ideias, timbres, arranjos e texturas. Um absurdo até hoje. Miro levar as pessoas numa experiência com essa . fiquei extremamente fã com 15 anos e desde então dou continuidade a essa pira, pira de FOGO que é a obra deste homem. Tive a honra de cantar com ele no último show feito em SP. Foi foda”.

Captain Beefheart“I’m Glad”

O “Safe as Milk” é um clássico indiscutível e tem um peso grande emocional na minha vida, foi o ultimo álbum trocado antes do meu namorado Pedro Souto (baixista da Almirante Shiva) falecer, discutíamos o tanto que nos amávamos esse álbum e ele me prometeu leva-lo para ouvir na minha casa em LP. Hoje ele está lá ao lado da vitrola.
A verdade que comecei a ouvir o Beefheart com “Trout Mask Replica” que é mega demente e ja me apaixonei dai quando chegou o “Safe As Milk” completou o amor total”.

Irmão Victor“Canção Para Minha Chaleira Vermelha”

“Este cara eu escutei pela primeira vez com o álbum clásssiiiiiicooo que é o “Passos Simples para “Transformar Gelatina em um Monstro” – o disco é tão maravilhoso que saí caçando ele pelo mundo, ate obrigá-lo a me encontrar (valeuuuu Marcoantoniooo!). Este ano ele lançou mais um albão que se chama “Cronópio”. As melodias loucas, porem suaves que te levam a letras surrealistas, esse chamado ao cotidiano lúdico, caótico, interessantíssimo e curioso. Adoro esses milhões de espelhos … Mas vou aliviar e mandar uma balada do novo álbum que eu escuto sempre”.

Negro Léo“O Pato Vai Ao Brics”

Negro Léo é a melhor coisa que esta acontecendo na musica brasileira, é isso, pronto. Fico chocadona com ele desde o álbum “Tara” e todo ano ele vem com uma coisa diferente torta te dando uns tapas na cara uns beijos e um bloco de Carnaval girando e girando e uma engrenagem ruindo… Aí você vê ao vivo e é melhor ainda … caralho. Esse cara é um absurdo”.

Plástico Lunar“Você Vê o Sol Se Por”

“A Plástico Lunar foi e é uma das minhas maiores influências, os conheci com 17 anos em Aracaju (SE) e nos tornamos amigos. A banda bebe de diversas fontes inacreditavelmente maravilhosas da música brasileira de essência psicodélica. Através deles conheci milhares de bandas que mudaram minha vida e me levaram a compor e fazer as músicas que faço hoje (Casa das Máquinas, O Som Nosso de Cada Dia, O Terço, Perfume Azul do Sol, Equipe Mercado, Joelho de Porco, Ave Sangria, Lula Cortês, Morpho) sem contar que a primeira gravação de voz da minha vida foram os backing vocals de “Todo Pecado do Mundo” e “Labirinto” do 2 álbum da banda, “Dias Difíceis no Suriname” – a banda se prepara agora para o lançamento do 3o álbum”.